O empate do Santos em 2 a 2 diante da Ferroviária, no último sábado (10), em Araraquara, válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista, teve sabor amargo para a torcida, ainda mais depois de estar na frente por duas vezes e com direito a um gol do reestreante Gabriel. Além de já acumular três jogos sem vitória, o resultado custou a liderança do grupo D e só não foi mais desastroso porque o Red Bull empatou com o São Caetano, o que evitou que o Peixe caísse para a terceira posição, já fora da zona de classificação para a próxima fase.

Publicidade
Publicidade

Apesar do momento instável na classificação, o técnico do Peixe, Jair Ventura, se anima com uma possibilidade de uma nova equipe quando tiver todos seus jogadores à disposição e prometeu um time mais forte. “O Santos é uma nova equipe, tem jogadores para chegar. Quando tivermos todo mundo, poderemos estar mais forte ainda”, afirmou.

O treinador lamentou o resultado ruim, mas disse que precisa colocar todo mundo para jogar e assim ter a equipe ideal para quando chegarem os jogos decisivos, mesmo que até lá o time deixe alguns pontos pelo caminho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Santos PaixãoPorFutebol

“Quero dar oportunidade a todos. Isso pode custar pontos, mas não posso chegar em momentos decisivos sem saber quem usar”, disse.

E ele tem feito isso. O Santos tem 35 jogadores inscritos no Campeonato Paulistas. Destes, 24 já entraram em campo. Entre os que estão na fila de espera estão os recém-promovidos Guilherme Nunes, Gabriel Calabres e Matheus Guedes. Todos eles estiveram no banco de reservas na partida de Araraquara.

Outro que também deverá entrar em breve é Vitor Bueno, que se recuperou de uma grave lesão e também ficou no banco no jogo de sábado.

Publicidade

Sobre a posição incômoda na tabela, Jair disse que era preciso ter calma e que o grupo que tem em mãos vai dar muita alegria ao torcedor santista. “Temos que ter calma nesse início de trabalho. A resposta do grupo tem sido muito boa”, prometeu.

Questionado sobre o comportamento de Gabriel, que recebeu seu primeiro cartão amarelo em seu retorno antes mesmo de ter balançado as redes, o treinador disse que não viu o que ele fez para o árbitro. O camisa 10 santista recebeu cartão amarelo ainda no primeiro tempo por ter batido falta para o árbitro após reclamar de uma falta não marcada em cima de Jean Motta.

O Santos volta a jogar na próxima quarta-feira (15), quando recebe o São Caetano, na Vila Belmiro. O jogo será às 19h30 e marcará o retorno do Peixe à Vila Belmiro após quatro rodadas longe de seu caldeirão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo