A temporada de Bruno Henrique com a camisa do Santos [VIDEO] por enquanto durou menos de dez minutos em campo. Um dos destaques do Peixe em 2017, o atacante saiu logo no começo do jogo de estreia do Campeonato Paulista, contra o Linense, após levar uma bolada no rosto. O que parecia ser um cômico lance, digno de entrar na galeria dos “piores momentos” da rodada se tornou algo muito sério. Após deixar o gramado, o jogador vem desfalcando o time e ainda não há previsão de volta e quando isso ocorrer terá que usar um óculos de proteção durante um período.

“Fico triste de estar distante do que eu mais gosto de fazer, que é jogar #Futebol”, disse o camisa 11 em entrevista à Rádio #Santos.

Ele revelou ainda que a lesão machucou o olho [VIDEO] em cinco partes e que a recuperação é lenta. Ele explicou que terá que usar um óculos de proteção e que em caso de novo trauma pode até perder a visão. Ele acredita ainda que os óculos não irão atrapalhar seu desempenho dentro de campo. O jogador já está liberado para fazer exercícios físicos leves.

Bolada encerrou carreira de Tostão

Tostão, um dos grandes craques do futebol brasileiro e do Cruzeiro na década de 1960, teve que encerrar a carreira precocemente por conta de uma bolada no rosto. O lance ocorreu em um jogo contra o Corinthians, em 1969, quando ele foi atingido por um forte chute do zagueiro Ditão, o que lhe provocou o deslocamento da retina. Semanas antes, ele havia machucado o mesmo olho, em após um choque contra um adversário em partida amistosa da Seleção Brasileira contra o Millonarios, da Colômbia.

Ele teve que passar por uma cirurgia nos Estados Unidos e conseguiu disputar a Copa de 1970, porém o problema retornou alguns anos mais tarde e com o risco de perder a visão, teve que abandonar os gramados aos 27 anos de idade, quando já defendia o Vasco da Gama. Aposentado do futebol, passou a estudar medicina se formando médico em 1981. Depois foi ainda comentarista de TV, colunista de jornal e escritor.

Gabigol deve ser titular

O técnico Jair Ventura fez nesta sexta-feira (9), o último treino antes do duelo contra a Ferroviária, neste sábado (10), pela sexta rodada do Campeonato Paulista. A novidade ficará por conta da reestreia de Gabriel, que deverá começar a partida como titular. Além do camisa 10 no ataque, a equipe titular também deverá contar com Henrique na zaga e Jean Mota no meio de campo. O ´Peixe é o líder do grupo D com sete pontos, mas não vence há duas partidas. #PaixãoPorFutebol