Bastou um jogo ruim do Barça para o nervosismo retornar ao Camp Nou. O Barcelona empatou nesse final de semana, após um jogo apagado de todos os jogadores do time, naquele que foi, provavelmente, a pior partida do time de Ernesto Valverde nesse campeonato. O Barça não foi além [VIDEO]do empate em 0 a 0 contra o Getafe e, pela primeira vez na temporada, não fez qualquer gol, terminando a partida em branco.

Nenhum dos jogadores esteve propriamente inspirado perante um time muito organizado em sua defesa, como o Getafe, que vem realizando um campeonato muito bom, sofrendo menos gols que o Real Madrid, por exemplo. O Getafe é a 3ª melhor defesa do campeonato e provou, no Camp Nou, perante Messe e Suarez, o porquê de defender tão bem seu gol.

Perante tamanha organização, o Barcelona não conseguiu fazer gols e poucas chances criou em uma partida pouco inspirada. Apesar do empate inesperado, em casa, o Barça mantém uma liderança confortável, mas reduziu a vantagem.

Se o Real se mantém bem longe, com 17 pontos atrás, o Atlético de Madrid está bem mais perto, a somente sete pontos, e, claro, que o campeonato está relançado e daqui até ao final tudo ainda pode acontecer.

Regresso ruim de Dembelé

Tudo indica que Barcelona e Atlético vão disputar o campeonato até ao final, A torcida do Barça não achou a menor graça, tal como Leo Messi, que estava furioso no final da partida. Os azulgranas deixaram dois pontos em uma partida fraca, e a ira do argentino foi monumental, especialmente contra uma estrela que desesperou o craque do time, que foi nenhum outro que Ousmane Dembelé.

O gênio francês entrou em campo para jogar grande parte do segundo tempo, mas seu desempenho ficou muito abaixo das expectativas.

Ele errou muito, falhou em jogadas fáceis, esteve mal nos dribles e não criou chances para marcar.

Muito desequilibrado sobre o gramado, Dembelé está muito longe de valer os 105 milhões de euros (423,4 milhões de reais) que o Barça pagou por ele. Tudo bem que o francês voltou de nova lesão, mas a torcida vai perdendo a paciência com o craque.

E Leo Messi nem se fala. O argentino nem conseguiu disfarçar sua insatisfação perante os erros de Dembelé, que não devolvia uma boa. O francês ainda não encontrou sua melhor versão e chega o momento mais decisivo da temporada.

No vestiário, Messi já teria deixado um aviso [VIDEO]: ou o craque ganha algum foco ou ele não pode jogar, uma vez que acaba comprometendo o jogo ofensivo do time.

A estreia de Yerry Mina

O jogo contra o Getafe também ficou marcado pela estreia do colombiano Yerry Mina no Campeonato Espanhol. O jogador estreou e deixou boas sensações, tendo até chances de marcar, mas errando por pouco o gol.

Defensivamente, o zagueiro não teve grandes problemas, até porque o Getafe também não se aventurou muito no ataque.

No entanto, ele esteve muito seguro, em uma defesa muito improvisada do Barça, que não fez alinhar nenhum dos zagueiros habituais.

Samuel Umtiti cumpriu suspensão, Vermaelen está lesionado e Gerard Piqué ficou no banco, de suplente. Assim, sobrou Yerry Mina, que alinhou, sem problemas, ao lado do lateral francês Lucas Digne. Jordi Alba, na esquerda, e Sergi Roberto, na direita, completaram a defesa do Barça.