Cristiano Ronaldo está abaixo do seu melhor nível nesta temporada, mas Kylian Mbappé, o jovem craque do PSG, negou as afirmações de que a estrela do Real Madrid estava em declínio. Para o atacante do Paris Saint-Germain, rival do Real Madrid [VIDEO], time que ele vai enfrentar nas oitavas-de-final da Champions, CR7 está longe de estar em declínio. E ele explica suas razões.

Ronaldo esteve, realmente, abaixo do seu nível incrível habitual essa temporada, fazendo apenas oito gols em 17 jogos da liga espanhola.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Já na Champions ele é o artilheiro do campeonato, não tem qualquer sinal de crise, nem do atacante português, nem no seu Real, que continua sendo temido e um dos mais fortes candidatos ao título.

Na Champions, Ronaldo fez nove gols em seis partidas da Liga dos Campeões, o que lhe valeu a presença na próxima fase, onde ele vai enfrentar o PSG, que vem arrasador essa temporada. Falando depois da vitória por 4 a 1, na Copa da França, sobre o Sochaux, na terça-feira, Mbappé minimizou os questionamentos de que CR7 estava muito abaixo do que já foi.

"Ronaldo não está em declínio. Se ele está em declínio, há muitos outros jogadores em declínio então", disse Mbappé, antes de se explicar: "Ele é um grande jogador, mas vamos esperar que ele fique mais calmo contra nós. Vamos nos preparar para o jogo, prestando atenção a todos os seus pontos fortes. E ele é um dos pontos fortes na equipe, sem dúvida".

A primeira partida do grande embate entre Real Madrid e PSG será disputada em Madrid, no dia 14 de fevereiro.

Cristiano Ronaldo: "Ainda tenho muito para dar"

Também Cristiano Ronaldo [VIDEO] já reagiu a essas notícias sobre seu declínio. O craque deixa uma resposta clara: "Ainda tenho muito para dar". O craque português completou 33 anos nessa semana, mas ele ainda não está pensando no final de sua carreira de jogador. A estrela do Real Madrid está confiante de que ele pode continuar nos próximos anos no melhor nível. Ronaldo rejeitou qualquer dúvida quanto à capacidade de manter seus padrões extraordinários no futuro.

"A nível pessoal, este é um momento fantástico para mim", disse ele à revista GQ italiana. "Eu tenho uma família em crescimento e estou muito feliz com minha vida. No nível profissional, tive dois anos muito bons em que ganhei títulos com meu clube e com minha seleção nacional. Sinto que posso continuar no mais alto nível nos próximos anos". Porém, o craque português admite que precisou fazer mudanças em seu estilo de vida para manter sua aptidão nos últimos anos. "A vida é um desafio em todas as perspectivas e tento estar no meu pico, fisicamente, porque isso é muito importante na minha profissão", afirmou. No entanto, para manter esse nível, ele garante que precisa "fazer sacrifícios".