Depois de fazer seu primeiro jogo no Campeonato Paulista, [VIDEO] há dez dias, diante do Bragantino, o meia Moisés fez uma revelação interessante em uma entrevista dada á Rádio Globo e que envolve o Lucas Lima, uma das grandes contrações do Palmeiras para esta temporada.

O fato citado por ele ocorreu ainda no final do ano passado, quando a diretoria do Verdão negociava com o ex-santista e o procurou para conversar com relação ao número que ele usaria em 2018, já que o novo reforço, assim como ele, usava a camisa de número 10 em seu antigo clube. Moisés disse que foi informado pelo diretor-executivo Alexandre Mattos que não precisaria ceder a numeração ao novo companheiro, porém o palmeirense não se popôs a uma eventual mudança.

“Pra mim é indiferente, porque o que eu visto é a camisa do Palmeiras, [VIDEO] não visto número”, disse o jogador em resposta ao questionamento feito pelo dirigente. “Defendo as cores do Palmeiras, aquele símbolo que carrego no peito”, complementou o meia assegurando que se Lucas Lima quisesse jogar com a 10, cederia sem problema. Ele acredita ainda que Lucas sequer chegou a pleitear a camisa. “Acredito que o Lucas não deva ter pedido, senão cederia sem problema nenhum”, afirmou na entrevista.

Talvez já não querendo causar nenhum desconforto no novo time, Lucas Lima escolheu a de número 20, número que também usou no Santos e na Seleção Brasileira. Moisés, inclusive, foi um dos primeiros jogadores do Palmeiras a dar boas vindas ao jogador com mensagens postadas em redes sociais.

Balbuena? Não obrigado

Em entrevista concedida ao canal por assinatura ESPN Brasil, o diretor-executivo do Palmeiras Alexandre Mattos negou que o Palmeiras estivesse interessado na contratação do zagueiro Balbuena, atualmente no rival Corinthians, conforme foi sondado na imprensa nesta quarta-feira.

Por outro lado, ele revelou que o clube já busca um substituto para Yerry Mina, que foi para o Barcelona.

O dirigente explicou que paraguaio Gustavo Gómez, atualmente no Milan, foi oferecido ao clube, mas as conversas não avançaram e afirmou que o único jogador da posição que o clube procurou foi Gil, que está no Futebol da China, mas a proposta foi recusada. Mattos disse ainda que o Palmeiras precisa de um zagueiro para “colocar a camisa e sair jogando”.

Único time com 100% de aproveitamento dentro do Campeonato Paulista, o Palmeiras volta a campo no próximo sábado (10), quando vai até o interior de São Paulo encarar o Mirassol.