O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, cobra na Justiça da Espanha uma dívida no valor de R$ 170 milhões do seu ex-clube, o Barcelona. O montante é referente, segundo alegação dos advogados do jogador, à segunda parcela da renovação do contrato do astro com o time catalão em 2016.

Essa segunda parcela não foi paga devido à transferência de Neymar para o time francês. O dinheiro exigido pelo staff do jogador se refere não somente a parcela faltante, mas também a multas e correções. O valor original, sem esses acréscimos, seria de R$ 102 milhões.

A primeira parcela do acordo com o Barcelona firmado em 2016 foi paga pelo clube espanhol. A segunda, no entanto, não foi acertada pelos representantes do time catalão, que contestam a validade do pagamento devido à saída de Neymar para o Paris Saint-Germain antes do fim do acordo.

O clube catalão depositou o valor em juízo já esperando por uma batalha judicial. Para o Barcelona, a quantia teria de ser paga somente se o jogador cumprisse o contrato de cinco anos na íntegra, até 2022.

Polêmicas

A cobrança da dívida é só mais uma polêmica na vida do jogador que, desde que foi para Paris, já teve vários embates com a opinião pública.

Talvez a principal delas seja a questão das cobranças de pênalti no Paris Saint-Germain. Primeiro foi a polêmica porque o uruguaio Cavani não deixou o brasileiro cobrar um pênalti que havia sofrido em setembro do ano passado, contra o Lyon.

Novamente em janeiro, quando o brasileiro cobrou pênalti contra o Dijon e, mesmo convertendo, foi vaiado porque a torcida queria que Cavani fizesse a cobrança, pois se tornaria o maior artilheiro da história do clube.

Maior transferência

Para a defesa do principal jogador da Seleção Brasileira, no entanto, o valor cobrado do Barcelona faz parte do salário do jogador, por isso teria de ter sido pago independente da transferência.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Neymar

Os advogados afirmam, ainda, que o pagamento não era condicionado ao cumprimento do contrato até o fim, e sim somente ao primeiro ano de contrato.

Ocorrida em meados do ano passado, a transferência de Neymar para o clube francês é a maior do mundo do futebol até agora. O valor supera os R$ 800 milhões. A troca de time gerou grande celeuma junto aos torcedores do clube catalão, que passaram a considerar o jogador brasileiro um traidor.

Barcelona na Justiça

O Barcelona, em contrapartida, tem um processo contra o jogador em que solicita cerca de R$ 35 milhões por considerar que houve descumprimento do contrato por parte do atleta.

Isso além, é claro, de não acertar a parcela que o jogador alega ter direito.

Também é pedido pelo Barcelona, no mesmo tribunal catalão, o total de rendimentos oriundos da renovação assinada meses antes do jogador se transferir para o time francês. Somados, os dois processos renderiam ao clube espanhol R$ 295 milhões.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo