O mercado da bola ainda continua muito agitado, até mesmo por conta de que a janela de transferências continua aberta e os clubes não querem ficar para trás nas contratações, mesmo já estando, a maioria deles, considerando o elenco praticamente fechado.

Um camisa 10 de origem, assim como um camisa 9, está em falta no Futebol brasileiro. Os atletas desta posição costumam ir jogar no continente europeu ou asiático. Portanto, ainda nesta janela, deve ser a volta de um craque para o Brasil.

Corinthians e Palmeiras são grandes rivais do futebol brasileiro, protagonistas, talvez, da maior rivalidade entre clubes do Brasil. Por este motivo, uma disputa fora de campo deve deixar ainda mais forte a competição entre os rivais paulistanos.

Chapéu?

O Palmeiras tem o apoio financeiro da Crefisa, em forma de patrocínio. Por conta disso, é muito forte nas disputas de contratação com os rivais, tanto que no início da era rica palmeirense, o clube deu um chapéu no Corinthians contratando o ponta-atacante Dudu, que já era dado como certo pelos alvinegros, demonstrando, pela primeira vez, o poder financeira da Crefisa.

Agora os dois clubes estão interessados em novo craque, que deve vir para ser o camisa dez, Paulo Henrique Ganso, que atualmente está no Sevilla, da Espanha. Porém, ele está livre para ser negociado, uma vez que o clube não quer mais contar com o atleta.

Em sua passagem pelo Santos e São Paulo, acabou se tornando ídolo das duas equipes por conta do bom futebol apresentado. Mesmo com a torcida espanhola gostando muito das atuações dele no campeonato, o craque foi praticamente dispensado do time do Sevilla.

Disputa entre Timão e Verdão

Agora, resta saber qual o interesse do atleta e os das equipes. Especula-se também que o Flamengo estaria interessado em ter o jogador nesta temporada. Além do mais, o jogador pode deixar o clube sem algum custo, por este motivo que só devem ser pagas as luvas e o salário do jogador [VIDEO].

O meio-campista ainda tem o desejo de voltar à Seleção Brasileira, mas, para isso, tem que começar a jogar como titular em qualquer equipe. Melhor que seja essa no Brasil, uma vez que atuando por aqui teria uma maior pressão da imprensa brasileira em cima de sua possível convocação.

Sempre que atuou pela seleção nacional o jogador demonstrou um ótimo desempenho e relembrando a dupla que fazia com Neymar, quando foram campeões da Copa Libertadores da América em 2011 [VIDEO].