Na manhã desta Quarta-Feira de Cinzas (14), o Fluminense [VIDEO] encerrou os seus preparativos para o confronto desta quinta-feira (15), às 19h15 (de Brasília), no Nilton Santos, diante do Salgueiro-PE, válido pela segunda fase da Copa do Brasil. Como de praxe, o técnico Abel Braga adotou a prática do mistério.

Durante cerca de duas horas, o comandante fechou a atividade para os jornalistas, que consistiu em jogadas de bola parada e finalizações, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca. Dessa forma, não é possível saber qual será a escalação titular da equipe das Laranjeiras.

As únicas certezas são as presenças do goleiro Rodolfo e do lateral-direito Léo, duas das últimas contratações do clube carioca.

Em contrapartida, o também goleiro uruguaio Guillermo De Amores e o volante Aírton, por opção do treinador, ficam de fora, assim como o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, este devido a uma lesão no tornozelo direito.

Quem também deve perder a vaga é Júnior Sornoza. Vivendo uma má fase, o apoiador equatoriano corre o risco de ser barrado por Robinho, que formaria um trio ofensivo com Marcos Júnior e Pedro. Em entrevista concedida antes do treino secreto, Abel garantiu foco total no adversário, independente de ser de uma divisão inferior no futebol nacional.

"A série do time não muda nada. É um time de Série C que tem a chance de jogar no Rio de Janeiro, contra o #Fluminense. A responsabilidade se torna toda nossa, haja vista a campanha do Salgueiro no ano passado. Vamos encarar com a maior seriedade possível", declarou.

Com todas essas indefinições, o Flu deverá entrar em campo tendo Júlio César (Rodolfo) Gum, Renato Chaves e Ibañez; Gilberto (Léo), Richard,

Vitória sobre o Salgueiro ajudará cofres do Fluminense

Além da defesa da honra, eliminando o Salgueiro, o Fluminense também terá um ganho no aspecto financeiro se eliminar o jogo. Vencendo o time do interior de Pernambuco, a equipe das Laranjeiras garantirá mais R$ 1,4 milhão aos seus cofres.

Como já tem assegurado R$ 2,2 milhões após passar pela Caldense na primeira fase, o Flu, despachando o Salgueiro-PE, teria acumulado R$ 3,6 milhões, algo considerado fundamental dentro dos bastidores de Álvaro Chaves, especialmente por conta da grave crise financeira que o clube atravessa.

Diferente do que aconteceu diante da Caldense, o Fluminense, mesmo atuando no Rio de Janeiro, não terá qualquer vantagem sobre o Salgueiro-PE. Logo, havendo empate ao final do período regulamentar, o classificado terá que ser decidido nos tiros livres da marca de pênalti.

Quem passar, enfrenta o vencedor de Juventude e Avaí, que se enfrentam no dia 22 de fevereiro, também a partir das 19h15 (de Brasília), no Alfredo Jaconni, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha.

Por valores menores, Flu renova com empresa de gêneros alimentícios

Depois quase um mês de negociação, o Fluminense [VIDEO] seguirá com o patrocínio da Frescatto. Pelo novo acordo, porém, a empresa de gêneros alimentícios pagará menos do que os R$ 2 milhões anuais ao Tricolor. Por isso, terá a logomarca exposta não mais no ombro da camisa, mas, sim, no calção.

Parceira desde 2015, a Frescatto já passará a ocupar o seu lugar no confronto diante do Salgueiro. O vínculo entre ambos dura até o final deste ano.

O Fluminense ainda negocia com outras três importantes marcas para ocupar outras partes do uniforme, casos de meias, mangas e espaço frontal bem abaixo do patrocínio master, que, no caso, é a Valle Express. #PaixãoPorFutebol #Mercado da bola