Considerada como a maior competição de clubes de todo o planeta, a Liga dos Campeões iniciou as oitavas de final nos dias 13 e 14 de fevereiro. Os gigantes times europeus que entraram em campo nesses dois dias mostraram a qualidade já conhecida que o Futebol do Velho Continente possui.

As quatro primeiras partidas já finalizadas tiveram os encontros de Juventus (Itália) x Tottenham (Inglaterra), Basel (Suíça) x Manchester City (Inglaterra), Porto (Portugal) x Liverpool (Inglaterra) e Real Madrid (Espanha) x Paris Saint-Germain (França) [VIDEO]. Confira abaixo breve resumo de cada partida:

Juventus x Tottenham: exemplo de que não se deve jogar a toalha

O primeiro confronto das oitavas da Liga dos Campeões da Europa colocou a Juventus, grande potência do futebol italiano e vice-campeão do continente europeu na última temporada, contra o time inglês que vem crescendo muito nos últimos anos, o Tottenham.

Jogando em casa, a Velha Senhora começou a partida de forma impecável, pressionando o time adversário já nos primeiros segundos de partida.

Tanto que no primeiro minuto o argentino Higuaín abriu o placar em jogada ensaiada de bola parada. A empolgação tomou conta da equipe italiana, que continuou indo para cima dos ingleses. Para piorar a situação dos visitantes, um pênalti foi marcado a favor da Juventus.

Mais uma vez Higuaín marcou, batendo firme a penalidade no canto esquerdo. Com o placar de 2 a 0 em 8 minutos, tudo parecia estar sob controle. Aos 34 minutos, o Tottenham mostrou que não havia desistido, e com Kane, o grande nome da equipe, marcou o primeiro gol do time inglês.

A equipe visitante começou aos poucos tomar gosto, mas ao final do primeiro tempo um novo pênalti para a Juventus.

Mais uma vez Higuaín foi para a cobrança, mais uma vez batendo forte, mas, dessa, vez direto na trave, perdendo, assim, a chance de ir para o vestiário com uma vantagem mais confortável.

No segundo tempo o Tottenham voltou com tudo. Jogando bem, sendo ofensivo e ficando a maior parte do tempo com a posse de bola, chegou ao gol de empate aos 26 minutos com Eriksen. O jogo ficou equilibrado após o gol de empate, mas nenhum time conseguiu o terceiro. O jogo acabou e a igualdade no placar teve gosto de vitória para os ingleses.

Basel x Manchester City: atropelamento na Suíça

O time comando por Pep Guardiola foi até a Suíça para enfrentar a equipe do Basel. O Manchester City não só confirmou o favoritismo na partida, como praticamente garantiu o avanço para as quartas com goleada.

A equipe inglesa começou a partida muito bem. Os donos da casa avançavam e chegavam ao gol de Ederson poucas vezes. Tamanha força fez com que o placar fosse inaugurado rapidamente.

Aos 14 minutos, De Bruyne cobrou escanteio e o meia Gündogan desviou de cabeça para o fundo do gol.

O Manchester City continuou ditando o ritmo da partida, e apenas 4 minutos mais tarde veio o segundo gol da equipe. Dessa vez, foi Bernardo Silva. A zaga desviou uma bola que caiu para o meia, que teve tempo de ajeitar de peito e bater para o gol.

O terceiro gol também veio no primeiro tempo. Aos 34 minutos, Aguero deixou o dele com chute na entrada da área. O Basel passou todo o primeiro tempo tentando simplesmente não tomar gol, mas falhou diante o potente time inglês.

No início do segundo tempo, o time suíço até assustou com um forte chute de fora da área de Elyounoussi, mas o goleiro do City conseguiu fazer a defesa. Como retribuição ao perigoso lance dos donos da casa, o City aumentou o placar. Mais uma vez com Gündogan.

O Basel até tentou diminuir com um ou dois lances mais perigosos, mas não conseguiu fazer nada: 4 a 0 na conta do Manchester City, que vai tranquilo para o jogo de volta.

Porto x Liverpool: exemplo de placar elástico

Mais um time inglês aprontou fora de casa. Dessa vez, a goleada foi ainda maior. O Liverpool enfrentou o Porto [VIDEO] e voltou pra casa com um saldo positivo de 5 a 0.

O time do Porto não foi tão simples quanto o Basel foi para o City, mas o Liverpool estava em dia inspirado. Começou a partida como um bom visitante, jogando mais tranquilo e deixando o Porto avançar. Mas logo tomou conta da partida e começou a pressionar o time português.

A partir dos 20 minutos, os ingleses começaram a parar de estudar e botou em pratica toda a leitura feita dos donos da casa. Aos 25 minutos veio o primeiro gol. Mané recebe um passe de rebote, chutou cruzado e abriu o placar. Sem nem comemorar direito, aos 29 minutos vem o segundo gol. Dessa vez, o habilidoso Salah mandou para as redes.

Após a bola explodir na trave, o egípcio recebeu, deu balão em José Pereira, ajeitou a bola e bateu para o gol. O atacante mostrou toda sua qualidade e chegou ao 30º gol na temporada. O primeiro tempo ficou assim, 2 a 0 para o Liverpool.

No segundo tempo, o time inglês já estava se sentindo à vontade na casa do Porto. Aos 8 minutos, Mané faz seu segundo gol na partida, dessa vez em jogada de contra ataque. O brasileiro Firmino também deixou o dele. Aos 24 minutos, ele recebeu um passe rasteiro e só teve o trabalho de empurrar para dentro do gol.

Aos 40, veio o quinto gol. Mais uma vez de Mané. O atacante conquistou um hat-trick na partida e ajudou o time a ir com tranquilidade para o jogo de volta.

Real Madrid x Paris Saint-Germain: a final antecipada

O duelo mais esperado das oitavas de final. O encontro entre o Paris Saint-Germain, que está voando na temporada com o poderoso ataque formado por Cavani, Mbappé e Neymar, e os donos da casa e atual campeão Real Madrid [VIDEO], de Cristiano Ronaldo e companhia.

O jogo que todos lamentaram ocorrer nas oitavas, foi bem equilibrado e bom de assistir. O time do PSG teve 10 minutos de timidez na etapa inicial, mas aos poucos foi se acostumando. Os dois times atacando e defendendo muito bem. Muitas estrelas em campo de ambas as partes. Parecia mesmo jogo de final de campeonato.

Com tanto equilíbrio, o primeiro gol demorou pouco mais para sair em comparação com as outras partidas. Aos 33 minutos, Mbappé iniciou a jogada, fez o passe para Cavani que deixa a bola passar, Neymar alcançou e fez passe para Rabiot, que abriu o placar.

O Real Madrid, apesar de poderoso, enfrenta má fase na temporada. Mas quando o assunto é Champion League, os merengues jogam mais que o normal. Aos 43 minutos, Lo Celso fez pênalti infantil em Kroos. Cristiano Ronaldo foi para a marca da cal e converteu, batendo no canto direito do goleiro, que quase alcança. O primeiro tempo acaba tudo igual.

Na segunda etapa, o equilíbrio é ainda maior. Ambos os times atacando e mostrando todo o potencial. Em um momento em que o time francês parecia estar melhorando, um balde de água fria cai. Cristiano Ronaldo marcou mais um, aos 38 minutos, e mostra que o Real Madrid tem forças para sair com a vitória.

Aos 41 minutos chega a vez de um brasileiro marcar. Marcelo, considerado por muitos comentaristas o melhor jogador em campo, recebeu de Asensio e bateu forte: 3 a 1 no placar final. Apesar da derrota, o Paris Saint-Germain jogou muito bem. Grande destaque para o goleiro Aréola, que fez incríveis e importantes defesas na partida.