O #Palmeiras é a grande bola da vez do futebol brasileiro, até porque o clube é o que mais teve investimento dentre todos os outros tupiniquins e a expectativa é que o clube alviverde consiga conquistar a maioria das competições que disputar durante esta temporada.

Todos estão classificando este clássico como o primeiro grande desafio do ano do Verdão, até porque, o clube tem 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista, no entanto, só enfrentou equipes da segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Agora, o Verdão irá enfrentar o #Santos, representando o 'Clássico da Saudade', mas as duas equipes vêm em momentos muitos diferentes, pois o Palmeiras já tem uma equipe consolidada e vencedora, enquanto o Peixe espera por reforços e tem muitos desfalques.

Time para o clássico

O treinador Roger Machado já conseguiu um grupo que está correspondendo muito dentro de campo, mas as próximas partidas do Paulistão devem servir para testes do comandante alviverde, por conta disso uma das mudanças que impressionou a torcida foi a escalação do meia Gustavo Scarpa para a partida.

Mas o grande reforço não deve começar como titular no clássico alviverde, porém, na segunda etapa deve entrar, dependendo de como estiver a partida, no lugar de um dos três meio-campistas.

O mais viável, para o time ficar mais ofensivo, é que o jogador entre no lugar do Tchê Tchê, mas se o Santos estiver muito recuado pode ser que saia o Felipe Melo para dar mais ofensividade.

Scarpa entrar no lugar de Lucas Lima seria só se o jogador estivesse mal na partida, portanto o jogador deve estrear dependendo do decorrer da partida.

Borja no banco de reservas?

A equipe que deve entrar é a mesma que está atuando nos outros jogos, com Jaílson no gol, Thiago Martins e Antonio Carlos na zaga, Victor Luís e Marcos Rocha nas laterais.

No meio-campo vem Felipe Melo, Lucas Lima e Tchê Tchê, e no ataque o Willian e Dudu nas pontas com Miguel Borja centralizado.

Uma das opções que Roger apresentou nos treinamentos é colocar o Keno na ponta direito e usar o Willian centralizado, deixando Borja no banco.

É evidente que se Borja não começar a fazer gols nas próximas partidas deve perder espaço para o Willian e o ponta Keno se tornar titular na ponta direita [VIDEO].

Mas esta partida também deve ser um teste de fogo para o colombiano Miguel Borja, que ainda está tentando deslanchar uma boa campanha no Verdão e se consolidar na titularidade do clube [VIDEO].