O Santos fez até momento três contratações para a temporada. [VIDEO] A primeira delas, ainda no ano passado, foi o lateral-esquerdo Romário, que se destacou jogando o Campeonato Brasileiro da Série B pelo Ceará, mas não caiu no agrado da comissão técnica e após dois jogos foi para o banco de reservas. A última dispensa maiores apresentações, por se tratar de Gabigol, que após um ano e meio na Europa, volta à Vila Belmiro para vestir a camisa 10.

Entre a chegada de um e outro, o Peixe também trouxe Eduardo Sasha, que logo na estreia balançou as redes, fazendo o primeiro gol na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, em Campinas.

Nos tempos em que defendia o Internacional, era comum ele fazer provocações ao rival Grêmio. Agora, às vésperas de jogar o primeiro clássico paulista, o camisa 27 foi questionado por uma equipe de reportagem do portal Globo Esporte como será sua comemoração caso balance as redes do Allianz Parque, no próximo domingo (4), pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

“(Não tenho) Nada em mente, mas se fizer um gol, vou comemorar com meus companheiros”, disse o jogador, que ainda disse não se arrepender das provocações que fez ao Grêmio“. "Foi uma provocação sadia, sem ofender ninguém”, justificou o atacante, que nesta quinta-feira (1º) treinou entre os titulares de Jair Ventura [VIDEO].

Projeta dupla com Gabigol

Gabriel treinou entre os reservas do time do #Santos, mas no que depender da vontade de Sasha, os dois formarão a dupla de ataque do Peixe no próximo final de semana.

”Quem sabe não podemos fazer bastante gols juntos?”, questionou o atacante.

O Santos vive uma situação curiosa no Campeonato Paulista. Nos dois jogos que fez como mandante – Bragantino na Vila Belmiro e Ituano no Pacaembu -, não venceu, porém, nas partidas contra Linense e Ponte Preta o time dirigido por Jair Ventura saiu de campo vitorioso. Contra o #Palmeiras, o Peixe será novamente visitante e se agarra no retrospecto recente para acreditar que poderá sair do Allianz Parque com um bom resultado.

Da última vez que por lá esteve, no Campeonato Brasileiro do ano passado, o time alvinegro venceu por 1 a 0, gol anotado por Ricardo Oliveira. Em 2016, eles se enfrentaram outras duas vezes na nova casa palmeirenses. Pelo Brasileirão empate em 1 a 1, pelo Paulistão, outro empate, porém, sem gols.

Líder do grupo D com sete pontos em quatro jogos, o Santos precisa de um bom resultado para não correr o risco de ser superado por Botafogo e Red Bull Brasil. #PaixãoPorFutebol