O assunto Zeca voltou a repercutir de forma intensa na última semana [VIDEO], quando o presidente do #Santos José Carlos Peres disse que até aceitaria reintegrar o jogador, desde que o mesmo pedisse desculpas. A resposta do jogador foi imediata, que rebateu o mandatário de forma irônica e revelou que sua mãe havia sido ameaçada de morte. Na última sexta-feira (9), ele ainda deu uma entrevista coletiva, afirmando que não voltaria a jogar pelo clube.

Como uma decisão final da Justiça ainda não foi sentenciada, alguns clubes que demostraram interesse no atleta suspenderam as conversas por ficarem receosos de, caso a causa seja ganha pelo Santos, ou perder o jogador ou ter que arcar com a multa rescisória estipulada em 50 milhões de reais.

Por conta disso, o jogador segue sem atuar desde novembro passado, e segue mantendo a forma física por conta própria.

Ciente de que não poderá mais contar com o jogador, mesmo que ganhe a batalha judicial, o Santos já tenta amenizar o prejuízo e quer usar o jogador como moeda de troca para conseguir reforços para Jair Ventura [VIDEO]. Após o duplo fracasso nas negociações com o argentino Lucas Zelarayan, a prioridade da diretoria é achar um jogador para atuar no meio de campo, em substituição a Lucas Lima, que foi para o Palmeiras. Nomes já foram oferecidos à diretoria, que analisa, mas ainda não existe nenhuma negociação avançada.

O processo entre Zeca e o Santos corre em segredo de Justiça, mas o jogador teve uma vitória nos tribunais em dezembro passado, quando recebeu uma liminar que o liberava para assinar com outro clube.

Para quebrar seu contrato, o jogador alegou que o Santos atrasou o depósito de seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), além de não ter lhe dado respaldo no episódio onde teria sido agredido por torcedores na chegada da delegação ao aeroporto, após empate em 1 a 1, contra o Sport Recife.

Sem folia

Diferente de seus rivais, que deram folga aos atletas durante o carnaval, o Santos já voltou ao batente neste domingo (11), um dia após o empate em 2 a 2 diante da Ferroviária, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Também haverá atividades nesta segunda e terça-feira, já visando o compromisso de quarta-feira (14), contra o São Caetano, na Vila Belmiro. Após o empate em Araraquara, o Peixe caiu para a segunda colocação do grupo D, com oito pontos em seis jogos. O líder é o Botafogo, que soma nove pontos. O Red Bull Brasil é o sexto, com sete pontos. #Futebol #PaixãoPorFutebol