O Palmeiras vai enfrentar o Mirassol neste sábado de Carnaval (10) pelo Campeonato Paulista. O jogo será no interior de São Paulo e deve ter a presença de muitos palmeirenses.

O técnico Roger Machado teve tempo para preparar a equipe após vencer o Santos, no Allianz Parque, no domingo passado (4). A vitória no primeiro clássico do ano tirou das costas as dúvidas sobre a qualidade da equipe.

A imprensa foi unânime em dizer que o Verdão teve postura vencedora no clássico e mudou um pouco o paradigma e o desafio da temporada.

Muitos profissionais da imprensa colocaram o jogo contra a equipe santista como o primeiro grande desafio de Machado no Alviverde. Ele foi bem e deu resultado.

O time poderá ter mudanças para o novo desafio. Michel Bastos foi testado nos treinos e pode assumir a titularidade. O treinador, por sua vez, não quis adiantar o que de fato será feito. Diogo Barbosa, outra opção para a lateral, se recuperou de lesão e já está bem, treinando normalmente. Em breve deve fazer parte da lista de relacionados.

A família palmeirense

Há um tempo, o Palmeiras fez ação promocional com o nome de ‘’Família Palmeiras’’. O torcedor fazia seu cadastro no site, ganhava o brasão com o nome da sua família e entrava na base de dados unificada do clube para ações de marketing. Uma grande sacada e pioneirismo.

Se fora de campo o marketing funciona, dentro de campo existem dificuldades. Em 2017, por exemplo, o time, super reforçado com grandes nomes, se perdeu no vestiário e não conseguiu conquistar títulos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

O clima pesado, as demissões de treinadores e o afastamento de alguns atletas trouxeram sérios problemas de relacionamento.

Este ano está sendo bastante diferente. Na terça-feira (6), o Palmeiras tomou uma atitude que foi muito aplaudida internamente e muito elogiada externamente. Sem a presença de jornalistas, o clube concedeu um almoço ao ar livre para seus atletas e funcionários do Centro de Treinamento.

A interação e a troca de ideias fluiu muito bem e o entrosamento visto dentro de campo saiu das quatro linhas. Risos e alegria eram adjetivos para o evento.

A preocupação do clube com elenco recheado de bons nomes é evitar que insatisfações aconteçam. O goleiro Fernando Prass já adiantou que ninguém gosta de ficar no banco de reservas e que uma certa insatisfação é ‘’normal’’. O problema maior desse sentimento é a contaminação dos demais colegas, trazendo divisão.

Unido, forte e entrosado, o elenco palmeirense segue forte rumo aos títulos de 2018.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo