Relacionado para a partida deste sábado (10) frente à Ferroviária, o atacante Gabriel Barbosa, o #Gabigol, não poderia ter melhor adversário para a sua reestreia com a camisa do #Santos, pelo menos é o que indica o retrospecto.

Na verdade, o jogador enfrentou o time de Araraquara apenas uma vez, e foi no seu último ano de Vila Belmiro, em 2016, antes de se aventurar, sem sucesso, pela Europa. Diferente da partida de hoje, disputada na casa do adversário, o jogo ocorreu na Vila Belmiro. O Peixe deu show no segundo tempo e fez 4 a 1.

Primeiro tempo ruim

O técnico Dorival Júnior armou o Santos ofensivamente com Paulinho, Gabigol, Rafael Longuine e o camaronês Joel.

O grande articulador do meio de campo santista, Lucas Lima, começou a partida no banco, pois havia acabado de voltar de partida pela Seleção Brasileira.

O time praiano não se deu bem no primeiro tempo e saiu para o intervalo em desvantagem de 1 a 0 no placar, gol de Tiago Marques.

A virada

Logo no início do segundo tempo Dorival Júnior promoveu a entrada de Lucas Lima, o que mudou o jogo. O empate santista veio aos 18 minutos da segunda etapa, em uma bela jogada individual do lateral Zeca pela esquerda que terminou com conclusão certeira para o gol.

O Peixe ampliou para 3 a 1 com dois gols de Paulinho aos 27 e aos 31 minutos, o primeiro deles após passe de Gabigol.

Gabigol marcou aos 48

Já nos acréscimos, aos 48 minutos, Gabigol fez o seu gol. Cobrando pênalti, que ele mesmo havia sofrido após receber passe de Lucas Lima, cometido pelo zagueiro Luan.

O atacante santista bateu do lado esquerdo do gol e o goleiro pulou para o direito. Foi o quarto gol do atacante na competição.

A vitória sobre a Ferroviária garantiu a classificação antecipada do Santos para as quartas-de-finais do Paulistão. O clube praiano chegar ao título paulista. Foi a última vez que tanto o Santos quanto Gabigol levantaram uma taça.

O jovem atacante santista terminou a competição como artilheiro [VIDEO] do time da Vila Belmiro ao lado de Ricardo Oliveira, com sete gols, quatro a menos que o goleador do campeonato, Roger, do Red Bull Brasil.

Dois gols contra o Palmeiras

Na caminhada ao título, Gabigol teria atuação decisiva nas semifinais, contra o Palmeiras [VIDEO]. O jogo foi vencido pelo Peixe nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal, com os dois gols do Santos assinalados pelo jovem atacante. Na decisão, o Santos bateu o Osasco Audax. Foi o segundo título paulista de Gabigol. O primeiro, e até então único dele como profissional, foi conquistado no ano anterior. #Campeonato Paulista