Yerry Mina foi bem recebido por todos quando chegou ao Barça, em janeiro deste ano. O craque colombiano chegou do Palmeiras, cumprindo o sonho de jogar em um grande europeu. Porém, o zagueiro rapidamente começou assentando seus pés no chão. Vários colegas no Barça estão resfriando os ânimos do jogador, [VIDEO] garantindo que ele precisa de muito mais para ganhar uma vaga no time.

Está sendo um choque de realidade para Mina, que não estaria esperando por tantas dificuldades.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

No final do jogo entre o Barça e o Getafe pelo campeonato espanhol, vários pesos pesados da equipe advertiram o "cafetero" da necessidade dele ter maior disciplina e se concentrar mais no jogo.

Inicialmente, Mina até foi bem recebido no time, mas entre aqueles que dirigem a equipe, ninguém dúvida que ele ainda está muito 'verde'. Apesar de ter sido contratado, em janeiro, o colombiano seria uma aposta para o futuro e Valverde não pensa em escalá-lo de imediato. Na sua frente, Mina tem ainda vários zagueiros, e ele não vai ter muitas chances, após esse jogo com o Getafe.

Quando foi chamado, cumpriu suas funções, e o Barça não sofreu gols. O craque até usou de seu poderio físico para quase fazer gol no rival, o que não aconteceu por muito pouco. No entanto, ele arrisca muito, e os colegas temem que ele possa deixar o time em apuros. Se ele perder a bola, perto do gol de Ter Stegen, as coisas poderiam ficar feias para o lado do Barça. E a verdade é que contra o Getafe, ele se meteu em algumas habilidades, que quase resultaram no gol do adversário, razão para Valverde o deixá-lo no banco, antes de o lançá-lo novamente no 'onze' inicial.

No Barça, todos estão concordando que Mina precisa crescer [VIDEO] e, nesse sentido, o time tem outros recursos que são mais do agrado de toda a equipe, como o Vermaelen. O belga, recuperado de sua lesão, aparece à frente de Mina nos planos de um Valverde que não acredita que Yerry volte a ser titular nesta temporada, a menos que aconteça alguma coisa com um dos três zagueiros que aparecem na sua frente.

Na verdade, Ernesto Valverde não está negando minutos de jogo a Mina. Ele poderá ainda ter suas chances, mas só em algumas circunstâncias específicas, e se o jogo não for de rigor máximo, o que daqui para frente, começa sendo complicado. Na Champions, a fase já é decisiva e na Copa, já que só falta a final para o Barça (contra o Sevilha). No campeonato espanhol, os catalães são líderes, mas têm sete pontos de vantagem sobre o Valência, que não deixa muito conforto e eles precisam se aplicar a cada jogo. Por isso, Mina poderia jogar em alguma exceção, ou seja, no caso de acontecer lesão, sanção ou necessidade de descanso de Piqué ou Umtiti. Mas, nesse momento, o primeiro escolhido será o Vermaelen, uma informação brutal, que muda toda a situação de Mina no Barça.

O colombiano esperava se impor mais rápido, para chegar bem na Copa do Mundo, mas as coisas não vão ser fáceis, até o final da temporada.