O futuro do treinador Zinedine zidane na frente do Real Madrid pode estar ficando muito complicado. De acordo com site Don Balon, existe uma série de coisas que, se acontecerem nos próximos dias, vão sentenciar a carreira de Zidane no Real. [VIDEO] O francês não quer deixar o time, como ele mesmo referiu em uma de suas últimas coletivas de imprensa perante os jornalistas. O treinador francês, que, por enquanto, tem o apoio total de sua equipe e da diretiva, disse que "lutaria" até o final da temporada para ganhar o direito de permanecer". No entanto, ele sabe que isso vai implicar a conquista de um título. E, no momento, ele só está lutando por um, que é a Liga dos Campeões.

O problema para Zidane é que o Real Madrid tem apenas uma bala deixada nesta temporada para vencer: a Liga dos Campeões. E em face desse embate contra o PSG, cujo jogo de volta é na próxima terça-feira, e pode decidir sua permanência. ainda para mais, Zidane pode ter algumas dificuldades acrescidas, se duas notícias extremamente negativas forem confirmadas.

Zidane sabe que Luka Modric e Toni Kroos têm cada vez mais complicada sua presença no jogo decisivo de Paris. No sábado, no dia do jogo contra o Getafe, eles ainda não podiam tocar a bola, e eles poderiam continuar lesionados por mais um tempo. Há esperança de ver, pelo menos um deles no gramado do estádio do PSG, na terça-feira, mas a verdade é que todos os dias que passam, as opções estão ficando menores.

A ausência de Kroos e Modric é absolutamente insana, tanto para Zinedine Zidane quanto para o resto da equipe.

Eles são dois dos jogadores mais "titulares" no time, e ninguém entre os substitutos conseguiu cobrir suas ausências com uma performance similar nesta temporada. Nem Mateo Kovacic, que no verão parecia ter capacidade para fazer muito mais, mas que continua sem impor seu talento, e muito menos Isco. O espanhol está recebendo críticas por seu baixo desempenho nas últimas semanas, e Dani Ceballos mal conta para Zidane. Por isso, seria até impensável que o francês, de repente, o colocasse como iniciante no jogo mais importante e difícil da temporada. Quanto a Marcos Llorente, ele também é inexperiente e sua posição nada tem a ver com a de Modric e Kroos, que estão desfalcando muito o meio-campo do Real.

O Real Madrid poderia ficar muito enfraquecido sem duas de suas maiores estrelas, que juntamente com Casemiro, formam um meio-campo incrível. Claro que se eles entrarem na equipe, o Real ficaria, certamente, mais forte e perto da qualificação para as quartas de final da Champions. No entanto, em caso de eliminação, isso teria consequências, incluindo para o próprio futuro do treinador.

Seria difícil para Florentino Perez continuar com Zidane com a temporada já terminada em março, e sem opções de ganhar títulos, e mesmo com a classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões em risco. A maioria dos treinadores do Real Madrid [VIDEO], nas últimas décadas, não foi perdoada por bem menos que isso. O futuro de Zidane pode estar em jogo.