Desde a saída de Limas Lima, que foi para o rival Palmeiras, o Santos corre para achar um jogador de articulação no meio de campo, o chamado “camisa 10”. A escassez de jogadores com essa característica no mercado interno, além das dificuldades financeiras, tem tornado mais árdua para a diretoria a busca por esse elemento fundamental para o elenco. Enquanto isso, o técnico Jair Ventura vem trabalhando com o que tem a disposição, já testou várias peças ao longo do Campeonato Paulista.

Vecchio, Jean Mota e Diogo Vitor foram algumas das opções testadas no setor, mas nenhum deles animou o treinador.

Para tentar suprir essa necessidade, a diretoria mais uma vez olhará para o mercado europeu, mais precisamente para a Espanha, onde aparece como um dos interessados na contratação do meia Caio Henrique, atualmente jogando pelo Atlético de Madrid. A ideia dos dirigentes santistas é trazê-lo por empréstimo com valor de compra fixado.

Além disso, terá que ser uma negociação bastante rápida, uma vez que o prazo para se trazer atletas do exterior se encerra no próximo dia 2 de abril.

O jogador de 20 anos não seria bem uma novidade no elenco alvinegro, uma vez que atuou nas categorias de base do clube, entre 2008 e 2016, e antes que pudesse subir aos profissionais, foi negociado com o próprio Atlético por 1,3 milhão de reais. Pesa a favor do Santos a vontade do atleta em retornar ao Brasil para poder ganhar mais minutos em campo, uma vez que no time espanhol ele está na equipe B, que joga a terceira divisão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Santos

Nesta temporada fez apenas cinco partidas e não marcou nenhum gol.

Fora da decisão do Campeonato Paulista, o Santos agora foca suas atenções para a Copa Libertadores, pegará o Estudiantes, na próxima quinta-feira (5), na Argentina.

Empate na estreia

O Santos estreou nesta quarta-feira (28), na Copa do Brasil Sub 20. Jogando no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, a garotada do Peixe ficou no 1 a 1 com o Figueirense.

Diferente da competição entre profissionais, na categoria sub 20, o gol marcado fora de casa segue contando como critério de desempate, assim, uma igualdade sem gols, na próxima quarta-feira (3), na Vila Belmiro, dará a vaga ao time santista.

O time da casa saiu na frente logo aos 27 minutos de partida, com o zagueiro Wesley marcando de cabeça. O empate do Peixe veio apenas aos 12 minutos da etapa complementar, com o atacante Bruno Moreira convertendo penalidade máxima e dando números finais ao duelo em preto e branco.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo