Desde a saída de Limas Lima, que foi para o rival Palmeiras, o Santos corre para achar um jogador de articulação [VIDEO] no meio de campo, o chamado “camisa 10”. A escassez de jogadores com essa característica no mercado interno, além das dificuldades financeiras, tem tornado mais árdua para a diretoria a busca por esse elemento fundamental para o elenco. Enquanto isso, o técnico Jair Ventura vem trabalhando com o que tem a disposição, já testou várias peças ao longo do Campeonato Paulista. Vecchio, Jean Mota e Diogo Vitor [VIDEO] foram algumas das opções testadas no setor, mas nenhum deles animou o treinador.

Para tentar suprir essa necessidade, a diretoria mais uma vez olhará para o mercado europeu, mais precisamente para a Espanha, onde aparece como um dos interessados na contratação do meia Caio Henrique, atualmente jogando pelo Atlético de Madrid.

A ideia dos dirigentes santistas é trazê-lo por empréstimo com valor de compra fixado. Além disso, terá que ser uma negociação bastante rápida, uma vez que o prazo para se trazer atletas do exterior se encerra no próximo dia 2 de abril.

O jogador de 20 anos não seria bem uma novidade no elenco alvinegro, uma vez que atuou nas categorias de base do clube, entre 2008 e 2016, e antes que pudesse subir aos profissionais, foi negociado com o próprio Atlético por 1,3 milhão de reais. Pesa a favor do Santos a vontade do atleta em retornar ao Brasil para poder ganhar mais minutos em campo, uma vez que no time espanhol ele está na equipe B, que joga a terceira divisão. Nesta temporada fez apenas cinco partidas e não marcou nenhum gol.

Fora da decisão do Campeonato Paulista, o Santos agora foca suas atenções para a Copa Libertadores, pegará o Estudiantes, na próxima quinta-feira (5), na Argentina.

Empate na estreia

O Santos estreou nesta quarta-feira (28), na Copa do Brasil Sub 20. Jogando no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, a garotada do Peixe ficou no 1 a 1 com o Figueirense. Diferente da competição entre profissionais, na categoria sub 20, o gol marcado fora de casa segue contando como critério de desempate, assim, uma igualdade sem gols, na próxima quarta-feira (3), na Vila Belmiro, dará a vaga ao time santista.

O time da casa saiu na frente logo aos 27 minutos de partida, com o zagueiro Wesley marcando de cabeça. O empate do Peixe veio apenas aos 12 minutos da etapa complementar, com o atacante Bruno Moreira convertendo penalidade máxima e dando números finais ao duelo em preto e branco.