Já não é de hoje que o técnico Jair Ventura diz que o Santos precisa de um articulador no meio de campo, aquele jogador para chegar e ser o camisa 10 – apesar de atualmente este número já estar sendo muito bem usado por Gabriel. Enquanto essa peça não chega, o treinador vai usando o que tem à sua disposição no elenco, mas ao que parece essa espera está perto de ter um desfecho favorável ao time.

Um dos nomes cotados para o Santos [VIDEO] para ser o primeiro reforço para o Campeonato Brasileiro, o meia Caio Henrique publicou em suas redes sociais uma imagem bem emblemática. O jogador postou uma foto no aeroporto de Barajas, em Madrí, embarcando em viagem com destino a São Paulo, que pode ser entendido como uma mensagem subliminar de que um acerto com o Peixe está bem perto.

E defender o clube da Vila Belmiro não seria uma novidade na carreira do jogador de 23 anos [VIDEO], que atuou nas categorias de base do clube entre 2008 e 2016. Sem antes ter subido para os profissionais do alvinegro o jogador foi negociado com o Atlético de Madrid, porém foi mandado para a equipe B – que joga a terceira divisão espanhola -, e, mesmo assim, vem tendo poucas oportunidades e sua vontade é retornar ao Brasil onde espera ganhar mais minutos em campo.

Sabendo disso, a diretoria santista iniciou negociações para repatriar o jogador, o trazendo por empréstimo. De acordo com o portal da Gazeta Esportiva, as tratativas já estão avançadas e restam detalhes, como valor do salário e preço de compra para que o negócio seja fechado. No entanto, o alvinegro tem poucas horas para aparar estas arestas, uma vez que o prazo para a assinatura de contrato para jogadores vindos do exterior termina nesta segunda-feira (2).

A vinda de Caio para o Santos, poderá finalmente realizar o sonho de seu avó, que queria ver o neto jogando pelo time profissional do Peixe e ficou muito frustrado quando o meia foi para a Europa antes de subir para o elenco principal.

Zelarayán longe

Mesmo com o presidente José Carlos Peres indo ao México para tratar pessoalmente das negociais, a vinda do meia Lucas Zelarayán ficou praticamente improvável. Se no começo do ano, quando o jogador estava sendo pouco utilizado pelo Tigres e relegado ao time sub 20 as negociações já estavam complicadas, agora com o jogador reintegrado ao time profissional e sendo bastante utilizado nas partidas, deixou o negócio praticamente improvável, ainda mais – como já citado – na segunda-feira (2) termina o prazo para o registro de contratos de atletas vindos do exterior e resta aos dirigentes muito pouco tempo para convencer os mexicanos a liberar o argentino por empréstimo.