Pela quarta vez na atual temporada, o Santos levou uma de suas partidas para o estádio do Pacaembu, quando, neste sábado (24), encarou o Palmeiras pela partida de ida das semifinais do Campeonato Paulista, [VIDEO] em mais um clássico que teve apenas a torcida do time mandante nas arquibancadas. Além do resultado dentro de campo não ter sido o esperado – derrota por 1 a 0 para o rival -, o público registrado também ficou abaixo do esperado, o que decepcionou a diretoria, apesar de mesmo assim ter obtido lucro.

No total, 16.916 pessoas pagaram para ver o jogo que abriu as semifinais do Paulistão, o que gerou uma renda liquida de 1.052.220 reais, números bem abaixo do que a diretoria esperava.

O público foi praticamente a metade do registrado no jogo contra o Corinthians, no início deste mês, quando 34.448 compraram ingresso para ver o empate em 1 a 1.

Um dos motivos apontados pela diretoria para a pouca procura por ingressos foi que o dia e o local da partida foram confirmado apenas dois dias antes. Mesmo assim, os dirigentes alvinegros esperavam colocar mais de 20 pessoas no estádio.

O baixo público registrado nos últimos tempos na Vila Belmiro [VIDEO]fez a diretoria do Santos optar por mandar pelo menos a metade dos jogos no estádio do Pacaembu. Nos outros três confrontos realizados na capital, o time levou mais de 60 mil pagantes ao Pacaembu.

Mais jogos no Pacaembu

O Santos já tem mais quatro jogos marcados para o local. O primeiro deles será próximo dia 14 de abril, quando o Peixe estreia no Campeonato Brasileiro jogando contra o Ceará.

Dez dias depois, em 21 de abril, o alvinegro recebe o Estudiantes da Argentina, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. No dia 27 de maio, pela sétima rodada do Brasileirão, o time recebe o Cruzeiro no local e ainda há o jogo da terceira rodada, contra o Vasco, que foi adiado para 16 de julho (uma segunda-feira), que também será na capital.

Os jogos contra Paraná Clube, pela quinta rodada do Brasileirão, e contra o Vitória, pela nona rodada, além do duelo diante do Internacional, pela 11º rodada, estão agendados para a Vila Belmiro.

Durante sua campanha eleitoral, o então candidato José Carlos Peres, havia prometido levar pelo menos metade dos jogos do Santos para o Pacaembu. Neste ano, o Peixe já recebeu no local Ituano, Corinthians e Palmeiras, pelo Campeonato Paulista, além de ter jogado contra o Nacional do Uruguai pela segunda rodada da Copa Libertadores.