A vitória por 2 a 1 em cima do Palmeiras, nesta terça-feira (27), no Estádio do Pacaembu, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Paulista, não foi suficiente para o time do Santos avançar para mais uma decisão. O time acabou caindo na disputa de pênaltis. Com isso, o Peixe pela primeira vez em uma década fica dois anos seguidos sem chegar à decisão do estadual.

Para o técnico do time, Jair Ventura, o fato de ter vendido caro a eliminação, tendo ainda vencido em um campo onde só havia torcedores do rival, mostra que a equipe tem condições de bater adversários com maior poder financeiro.

Publicidade
Publicidade

“Vencemos a equipe com maior orçamento do Brasil, que tem praticamente três times”, disse o técnico em entrevista coletiva após a partida.

Ele ainda analisou que seu time tem plena condição de ser competitivo contra as maiores forças do país. Ao saber das declarações do treinador santista, o meia Palmeirense Felipe Melo discordou de suas palavras. Para o jogador, alto investimento não é garantia de título ao final da temporada.

Publicidade

Ele citou ainda como exemplo o PSG, que saiu precocemente da Champions League, apesar de todo o dinheiro que foi gasto.

Além de elogiar seu elenco, Jair também destacou a grande atuação do goleiro Jaílson, tanto no jogo de ida quanto na volta. Segundo ele, na primeira partida o guarda-redes palmeirense foi o grande responsável pela vitória de sua equipe pela contagem mínima.

O único pênalti que não foi convertido foi batido por Diogo Vitor, que acabou sendo determinante para a classificação do adversário, mas o treinador saiu em defesa de seu jovem jogador.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Santos

“A gente ganha e perde junto. É bola para frente. Ele tem cabeça boa”, disse Ventura.

Diferente do que geralmente acontece quando uma equipe é eliminada de uma competição, Jair Ventura não fez cobrança por reforços. Ao longo do Campeonato Paulista o treinador disse que iria dar chance para todos jogarem e foi o que aconteceu, com 31 jogadores diferentes entrando em campo.

“Vou trabalhar com o que tenho.

Eu saio fortalecido, o grupo sai forte”, afirmou. Uma das características de Ventura é usar bastante a base. Dos 11 atletas que iniciaram o duelo contra o Palmeiras, seis foram revelados pelo próprio time.

Fora da decisão do Campeonato Paulista, o Santos agora foca suas atenções para a Copa Libertadores da América, pela qual terá compromisso importante já na próxima semana, quando viaja até a Argentina para encarar o Estudiantes, na próxima quinta-feira (5).

Publicidade

O time argentino é líder do grupo 6 com quatro pontos, enquanto que o Alvinegro praiano aparece logo atrás com três pontos, na segunda colocação.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Santos fará sua estreia no dia 14 de abril, jogando no Estádio do Pacaembu contra o Ceará, às 21 horas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo