Na manhã desta quarta-feira (21), o Fluminense encerrou a sua preparação para o clássico de quinta (22), às 20h (de Brasília), no Nilton Santos, diante do Flamengo, em uma das semifinais da Taça Rio, terceiro turno do Campeonato Carioca. A atividade, mais uma vez realizada no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, sem a presença de jornalistas, foi dividida em três partes.

Inicialmente, houve um trabalho de posicionamento. Em seguida, a atenção ficou para as faltas laterais e na entrada da área, além de cobranças de pênaltis. Para encerrar, treino de dois toques em espaço reduzido.

Após o treinamento, o técnico Abel Braga concedeu entrevista coletiva e falou sobre as expectativas para o jogo.

O treinador, como de praxe, não revelou a escalação, mas garantiu que o time se manterá fiel ao esquema adotado desde o início da temporada.

"Estamos jogando dessa maneira desde a Florida Cup, não vamos mudar nada. Talvez mudar nomes, mas a maneira de jogar, nem pensamos nisso. O treinador procura acertar na estratégia, mas ele nunca pode estar certo da escalação. Ele tem que ter dúvida. Eu quero que os jogadores me deixem com essa dúvida", resumiu.

Além de uma vaga na decisão da Taça Rio, o Fla-Flu marcará o reencontro do Tricolor com Henrique Dourado. Questionado, Abel elogiou o seu antigo camisa 9 e artilheiro da última temporada, mas, de forma irônica, fez uma profecia negativa quanto ao desempenho do centroavante.

"Ele é um amigo, agora está do outro lado, mas é um profissional. Se por acaso tiver pênalti, eu espero que não tenha, vai perder.

Ele tem a manha, mas ninguém é perfeito", declarou.

Como encerrou a fase de classificação em primeiro lugar do Grupo C, o Fluminense [VIDEO] se classifica com um simples empate. Apesar do mistério, a tendência é que o Tricolor entre em campo tendo Júlio César, Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Richard, Jádson, Junior Sornoza e Aírton Lucas; Marcos Júnior e Pedro.

Abel revela contratação encaminhada: ‘Novidade em pouco tempo’

A coletiva não se resumiu ao Fla-Flu da Taça Rio. Perguntado, Abel disse que o clube permanece em busca de reforços e, mesmo reconhecendo as dificuldades, novidades estão perto de acontecer.

"Está muito complicado. Uma coisa que atrapalhou foi a demora da saída do Dourado. Perdemos tempo no mercado. Há jogadores que nós gostaríamos de contratar, saíram e agora tem um que está querendo voltar. Está se tentando. Vamos ter uma novidade aí em pouco tempo. Queremos com uma certa urgência. Além da Sul-Americana, começa o Brasileiro. Está perto de acontecer. Tem coisas bem adiantadas, outras um pouquinho complicadas, mas vai acontecer", resumiu.

Um zagueiro, um meia e um centroavante são os alvos do Fluminense [VIDEO] para o restante da temporada.

Fluminense fecha acordo com concessionária por pagamento de dívida do Maracanã

Enquanto o time seguia trabalhando para o clássico de quinta, às 20h (de Brasília), diante do Flamengo, no Nilton Santos, válido pelas semifinais da Taça Rio, fora de campo, a diretoria do Fluminense confirmou, nessa terça-feira (20), ter entrado em acordo com o Consórcio Gestor do Maracanã para o pagamento das dívidas que contraiu pelos jogos realizados no estádio desde outubro do ano passado.

Ficou acertado que o Tricolor irá quitar, a partir do final desta semana, o débito total de R$ 400 mil em prestações. O número de parcelas, no entanto, não foi revelado. A dificuldade surgiu porque, além do aluguel de R$ 100 mil, o Fluminense é obrigado, mediante contrato firmado, a arcar com as demais operações de uso do estádio.

Para piorar a situação, a frequência de torcedores vem sendo muito baixa. Na atual temporada, o Fluminense atuou duas vezes no Maracanã: o clássico do dia 20 de janeiro contra o Botafogo (empate sem gols) e, há cerca de dez dias, diante do nova Iguaçu, quando venceu por 2 a 1. Somando-se esses compromissos, o Tricolor não levou sequer 15 mil pessoas e, com isso, teve um prejuízo superior a R$ 400 mil.

Apesar de todos os problemas financeiros criados, o Fluminense [VIDEO] irá exercer os seus seis mandos ao longo das 12 primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro de 2018 e enfrentar o Nacional Potosí, da Bolívia, na estreia pela Copa Sul-Americana, marcada para o próximo dia 11 de abril, no Maracanã.