Paulo Roberto de Freitas, mais conhecido como Bebeto de Freitas, teve de deixar o mundo que conhecemos na tarde dessa terça-feira (13) por conta de uma parada cardíaca. Segundo fontes, ele teria passado mal no CT (Centro de Treinamento) do Atlético Mineiro após conversa com [VIDEO] dirigentes de futebol americano do time do Galo.

Após passar mal, médicos do Corpo de Bombeiros até tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu após uma longa espera [VIDEO], de cerca de 20 minutos, para a chegada de helicópteros da corporação e viaturas de ambulância.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Bebeto de Freitas morreu, e Web se despede.

A morte de Bebeto de Freitas tempos depois da coletiva

Tudo viria a acontecer depois de uma coletiva de imprensa às 13h40. Por volta das 15h, Bebeto faleceu de parada cardíaca.

Com 68 anos de idade, ele partiu e terá luto oficial com duração de três dias por parte do clube Atlético Mineiro (Galo), decretado oficialmente pelo time.

Bebeto era sobrinho do jornalista e treinador João Saldanha, e primo de Heleno de Freitas, ex-jogador. Já foi gestor do poliesportivo Botafogo de Futebol e Regatas entre 2003 e 2008 e atuava como diretor-executivo do clube mineiro por convite de Sérgio Câmara, presidente do Galo.

Bebeto ocupava o cargo de diretor de Administração e Controle do Clube Atlético Mineiro, convite este na sua volta ao Atlético Mineiro em 2018, ano em que também o cargo fora criado.

Web se despede de Bebeto de Freitas

"Uma grande perda para o Brasil, meus pêsames a família!!! Na minha opinião, o melhor presidente que vi no Botafogo!!! Obrigado Bebeto Botafogo de Freitas!!!!", disse um internauta.

"Grande perda pro Botafogo. Grande botafoguense. Multicampeão no voleibol do clube como jogador, 11 títulos cariocas, 4 brasileiros (3 jogando, 1 treinando) + 3 títulos sul-americanos (2 jogando, 1 treinando). Técnico medalha de prata nas Olimpíadas 1984 em Los Angeles e presidente do Botafogo em 2 mandatos (2003-2005) e (2006-2008) - Tirou o clube na 2ª divisão em 2003, vice-campeão do Brasileiro série B, campeão carioca 2006 e venceu a licitação do Engenhão em 2007, q nos deu uma casa por 20 anos + 20 anos renováveis. Errou um pouco no seu último ano como presidente, mas sofreu boicote da oposição q suga o clube. Era sobrinho de João Saldanha. Uma pena", afirmou outro.

"Lamento muito a partida desse fantástico técnico e entusiasta dos esportes. Fez muito pelo voleibol nacional. Meus sinceros sentimentos à família e amigos mais próximos. Certamente ele deixará saudades. Vá em paz grande Bebeto", disse um terceiro internauta.

As informações são dos portais UOL, Wikipédia, e G1.