Como já era de se esperar, nesta sexta-feira (9), numa reunião no CT da Barra Funda, o São Paulo anunciou a saída do técnico Dorival Júnior. [VIDEO]Na partida contra o Red Bull Brasil, que fecha a primeira fase do Campeonato Paulista, o time será dirigido por André Jardine, no entanto, a diretoria já adiantou que não pretende efetivá-lo no cargo. Com isso, o clube busca no mercado interno, e também externo, um novo nome. Cinco já foram especulados no Morumbi.

O primeiro desses nomes, mas que sofre certa resistência da torcida, é o de Vanderlei Luxemburgo. Se na década de 90 e primeira metade dos anos 2000 o treinador era o sonho dos torcedores de todos os times, hoje ele já não dispõe mais do mesmo prestígio e os grande títulos deram lugar para demissões.

Seu último trabalho foi no Sport Recife, durante parte do Brasileirão do ano passado. Lembrando que, dos grandes clubes paulista, o Tricolor é justamente o único em que ele ainda não trabalhou e há quem aposte que ele possa recuperar o Futebol de alguns medalhões do elenco.

Outro nome forte que está no mercado [VIDEO] é do de Cuca, que já trabalhou no Morumbi, sem clube desde que deixou o Palmeiras nas rodadas finais do Brasileirão do ano passado. Porém, caso queira contar com a volta do técnico, a diretoria terá que ter um alto poder de convencimento, uma vez que, neste ano, ele já recusou propostas do Atlético Mineiro e mais recentemente do Botafogo, o qual acabou indicando seu ex-auxiliar Alberto Valentim, que acabou sendo contratado.

O uruguaio Diego Aguirre, que foi jogador do São Paulo em 1990, é outro nome que foi especulado para o lugar de Dorival.

O treinador fez bons trabalhos no Internacional e no Atlético Mineiro e conta com a simpatia de Diego Lugano e Ricardo Rocha. Seu último trabalho foi à frente do San Lorenzo da Argentina. Ele deixou o cargo logo após a eliminação do time na Copa Libertadores para o Lanús.

O também ex-jogador do São Paulo, Leonardo, é outro que aparece na lista de possíveis sucessores de Dorival. O tetracampeão, que jogou ao lado do agora diretor Raí, nunca dirigiu um time brasileiro, sendo que sua experiência como treinador se resume a passagens por Milan e, posteriormente, Internacionale de Milão.

Por fim, o narrador da TV Bandeirantes, Ulisses Costa, informou que o nome de Dunga também já foi levantado para o ser o novo técnico do São Paulo. Dunga e Raí estiveram juntos na Copa de 1994 com o primeiro assumindo a braçadeira de capitão, após o outro perder a condição de titular.