O empate em 1 a 1 contra o Corinthians, neste domingo (4), [VIDEO] no estádio do Pacaembu, combinado a um empate sem gols do Red Bull Brasil contra o São Bento, em Campinas, garantiu o Santos matematicamente na segunda fase do Campeonato Paulista. Agora restando duas rodadas para o término da fase de grupos, e com jogos importantes da Copa Libertadores da América se avizinhando, o técnico Jair Ventura já estuda poupar alguns atletas e rodar o elenco. Semanas atrás, o treinador já havia adiantado que a ideia era colocar todo mundo para jogar, mesmo que isso custasse alguns pontos.

“Vamos sentar com a fisiologia e ver os jogadores que estão com os indicadores altos”, disse Ventura [VIDEO], revelando que o Rodrygo sentiu câimbra e que Jean Mota também sentiu pouco antes de fazer o cruzamento que deu origem ao gol anotado por Diogo Vitor.

“Se tiver que poupar, temos que fazer pela integridade dos atletas”, completou.

Os últimos oito dias do elenco do Peixe foram bem movimentados. Após a vitória contra o Santo André, quando atuou com força máxima, a delegação encarou na terça-feira uma longa viagem até o Peru, onde na quarta fez seu único treino para no dia seguinte encarar o Real Garcilaso jogando a uma altitude de 3.400 metros. Em seguida teve toda a viagem de volta, um treino no sábado, no estádio do Pacaembu e o clássico contra o Corinthians, que durou quase três horas, devido a uma queda de energia no estádio.

Sem muito tempo para descanso, o Peixe já volta a jogar na próxima quarta-feira (7), no interior, contra o Grêmio Novorizontino. No domingo (11), o duelo será contra o São Bento, na Vila Belmiro. O time é líder do grupo B com 18 pontos e na classificação geral está apenas atrás do Palmeiras, que soma 20 e tem um jogo a menos.

Dobro de público

A iniciativa da nova diretoria do Santos em levar parte dos jogos do time – incluindo clássicos – para o estádio do Pacaembu tem se mostrado eficiente. Somente deste domingo (4), contra o Corinthians, o público foi de 34.448 torcedores, quase que o dobro da soma dos três jogos que o clube fez na Vila Belmiro neste Paulistão. Juntando os públicos que acompanharam a derrota para o Bragantino e os triunfos contra São Caetano e Santo André, o total de torcedores chegou a soma de 18.360 pagantes.

A diferença também se fez sentir nos cofres alvinegros. No jogo contra o Corinthians, a renda bruta ultrapassou 1 milhão de reais, enquanto que nos três jogos feitos em Santos, o total arrecadado foi pouco mais de 450 mil reais.