O São Paulo faz nesta terça-feira (20), às 21 horas, no estádio do Morumbi, seu primeiro grande jogo decisivo do ano, quando encara o São Caetano pela partida de volta das quartas de final do Campeonato Paulista. Como perdeu o duelo de ida, por 1 a 0, sábado passado, no ABC, o Tricolor precisa vencer o Azulão por diferença [VIDEO] de dois gols para avançar às semifinais de forma direita, ou por um para levar a decisão para as penalidades.

Insatisfeito com a apresentação da equipe na partida de ida, o técnico Diego Aguirre fez mudanças no time titular que estará em campo nesta noite, podendo mudar mais de meio time titular.

A boa notícia é que o goleiro Sidão, Marcos Guilherme e Tréllez foram liberados pelo departamento médico e estão à disposição do técnico uruguaio, que fará seu primeiro jogo no Morumbi. Por outro lado, Rodrigo Caio e Cueva, servindo as seleções [VIDEO] brasileira e peruana, respectivamente, além de Hudson e Anderson Martins, entregues ao DM, estão fora do confronto.

As mudanças devem começar já pelo gol, com a saída de Jean para a volta de Sidão. A defesa será formada por Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo. Jucilei e Liziero serão os volantes, com o meio de campo sendo completado por Nenê. Marcos Guilherme, Valdívia e Tréllez serão os homens de frente.

São Caetano

O São Caetano, dirigido pelo técnico Pintado, que até outro dia ainda estava no Morumbi, não deverá ter mudanças em relação a formação que venceu o primeiro jogo e que já está há seis partidas sem perder na competição.

O provável time do Azulão que entrará em campo terá o goleiro Paes, Alex Reinaldo na lateral direita, a dupla de zaga formada por Sandoval e Max, e Bruno Recife. Vinícius Kiss, Ferreira, Chiquinho e Nonato no meio. A dupla de ataque será formada por Diego Rosa e Erminio.

Pedra – azul - no sapato

Além de tentar a classificação para as semifinais, o São Paulo ainda tenta evitar a terceira eliminação para o adversário em campeonatos paulista nos últimos 15 anos. A sina do Tricolor começou ainda em 2004, quando também pela fase de quartas de final, mas disputada em partida única, o Azulão surpreendeu o São Paulo em pleno Morumbi, com uma vitória por 2 a 0. O time do ABC, na época comandado por Muricy Ramalho, ainda viria a eliminar o Santos nas semifinais e se tornar campeão pela primeira vez.

Três anos mais tarde, o pesadelo Tricolor se repetiu, agora com requintes de crueldade. Jogando a fase semifinal, o São Paulo até conquistou um bom resultado na partida de ida, ai empatar em 1 a 1, porém no jogo de volta, o Azulão voltou a surpreender no Morumbi, vencendo por 4 a 1.