O Corinthians segue trabalhando para manter suas principais peças [VIDEO]do elenco e assim se precaver de investidas dos clubes europeus quando a janela de transferência por lá se abrir no meio do ano. Nesta segunda-feira (19), o clube anunciou a renovação de contrato de um importante jogador, que foi titular de Fábio Carille durante boa parte do Campeonato Paulista.

Com contrato vencendo em dezembro, e tendo em vista o aumento da visibilidade que o jogador teve, a diretoria alvinegra renovou o vínculo com o zagueiro Pedro Henrique. O jogador de 22 anos, criado nas categorias de base do clube, começou o ano como titular, vinha colecionando boas atuações – com direito a um gol marcado, contra o Grêmio Novorizontino, pela quinta rodada do Paulista [VIDEO] -, mas passou a ser opção para o banco de reservas, após a chegada do experiente Henrique.

O novo acordo com o jogador é válido até o final de 2021.

Pedro Henrique foi alçado ao time profissional em 2015 e desde então disputou 58 jogos, e além do gol contra o Grêmio Novorizontino, marcou mais duas vezes. Com a camisa alvinegra, conquistou os títulos brasileiros de 2015 e 2017, além do Campeonato Paulista do ano passado.

Com a renovação com o jogador, a diretoria do Corinthians agora volta o foco para a extensão do vínculo com outro jogador de defesa: o paraguaio Balbuena. O jogador, que desfalcará o Timão em uma eventual semifinal do Campeonato Paulista por estar servindo a seleção de seu país, tem vínculo até o final deste ano e as negociações estão bastante complicadas, uma vez que a pedida de seus empresários vem sendo considerada alta. As conversas já se arrastam desde o final de 2017.

Carille analisa resultado

Após a derrota por 3 a 2 para o Bragantino, no duelo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, o técnico Fábio Carille falou sobre o desempenho da equipe. O treinador viu a apresentação de sua equipe abaixo do normal e disse que faltou concentração. “Fizemos um jogo abaixo do normal, erramos muitos passes”, disse em entrevista coletiva após o jogo. “Tomamos dois gols de bola parada, não é algo tático. Faltou concentração”, continuou.

Carille também reconheceu os méritos do adversário no resultado, porém acredita que sua equipe poderia ter saído do estádio do Pacaembu com um melhor resultado. “O Bragantino fez um bom jogo, sim, mas devíamos ser melhores”, disse.

Os dois times voltam a se enfrentar nesta quinta-feira (22), às 21 horas, na Arena. O Massa Bruta joga pelo empate para avançar, enquanto que o alvinegro precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar, ou por um para levar a decisão para as penalidades.