Cristiano Ronaldo tem um pacto fechado com o presidente do Real Madrid. O astro português e Florentino Pérez devem se reencontrar no final da temporada já para acertarem tudo, incluindo o aumento salarial que o craque vem pedindo há vários meses.

Ronaldo não ficou satisfeito com a diferença salarial entre ele e jogadores como Neymar [VIDEO] e Messi, especialmente em um momento em que muitos colocavam em dúvida o desempenho do português e até em declínio se falava.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Entretanto, Ronaldo também já sabe sobre a situação de Neymar.

De acordo com o site espanhol Don Balón, o presidente do Real Madrid resolverá sua dívida com o craque português no final da temporada com a assinatura de uma renovação milionária que o colocará no nível de Neymar e Messi.

"Todos nós pensamos que a direção do Real Madrid e Ronaldo não se falaram, mas eles fizeram mais do que se pensa. A intenção é oferecer um novo contrato a superestrela do Real Madrid, oferecer um supercontrato, que seria cobrado a partir deste ano com efeito retroativo", explica o jornalista Eduardo Inda durante o programa de TV espanhol El Chiringuito.

Ainda de acordo com o programa, Florentino Pérez quer oferecer 35 milhões de euros (141 milhões de reais) por temporada , que é parecido com os ganhos de Messi, sem os incentivos do argentino, e os 10 milhões de euros (40,31 milhões de reais) que foram oferecidos ao pai do astro do Barcelona. "As relações do jogador com a entidade não foram as melhores, mas os canais foram abertos com o Jorge Mendes, que todas as semanas, sem mencionar todos os dias, fala com José Ángel Sánchez [diretor do Real Madrid]", contou Eduardo Inda.

A ideia é que Cristiano Ronaldo permaneça sendo a estrela do Real pelo menos até a temporada 2019-20, ano em que duas coisas poderiam acontecer. Em primeiro lugar, parece que a renovação do contrato milionário de Ronaldo envolve um acordo secreto e aceito pelas partes.

De acordo com a revelação surpreendente, Cristiano Ronaldo será vendido para a China antes do final do contrato para que o Real faça uma transferência final da sua estrela, o que ajudaria a pagar o salário milionário que ele vai auferir nas próximas temporadas.

Em segundo, a chegada de Neymar. Florentino prometeu a Cristiano a liderança do time até 2019, ano em que a assinatura de Neymar [VIDEO] está agendada. Se a operação ainda for em frente, Ronaldo ainda estaria no seu melhor para liderar o Real.

Além disso, em Madrid estão argumentando que a coexistência de ambos os jogadores não seria um problema. Pelo contrário, Neymar pode acabar por ser o melhor parceiro de Ronaldo, como foi no seu dia com Messi. Cristiano sabe disso. Assim, fica claro que Neymar não chegaria este ano no Real, mas, sim, no próximo.