O francês Ousmane Dembelé [VIDEO]ainda está procurando seu espaço no Barcelona. O craque chegou no início da temporada, mas as coisas não correram bem, passando vários meses lesionado. Quando regressou, começaram as dúvidas sobre ele, pois seu jogo não parecia se encaixar no estilo do Barcelona. O ex-Borussia Dortmund estava perdendo muitos dribles e errando no passe, e acabou caindo das opções de Valverde. Até o jogo com o Málaga, que lhe abre a porta da Champions.

Melhor sem Messi

Sem Iniesta, por lesão, e com Messi ausente por paternidade, Ousmane Dembélé teve a oportunidade de brilhar contra o Málaga, no Campeonato Espanhol.

O francês entrou de início no jogo que o Barça ganhou em La Rosaleda e deixou sensações impressionantes, bem como ofereceu um gol para Coutinho. Foi um dos primeiros encontros em que Dembélé foi realmente apreciado por todos. E o francês teria reconhecido a seus amigos mais próximos: a ausência de Messi [VIDEO]o beneficiou. De acordo com a imprensa espanhola, Dembelé acredita que foi mais fácil jogar sem Messi.

Dembelé é muito respeitoso com Messi e é feliz ao lado do astro argentino. No entanto, a presença de um craque como Messi do seu lado poderia estar causando mais pressão sobre ele. Uma pressão que é ainda mais assumida, pois Dembelé custou caro ao Barça. O francês custou 105 milhões de euros, um valor muito elevado por um jovem de 20 anos, quase desconhecido. Quando Leo está no gramado, Ousmane tenta procurar sempre entregar a bola para o argentino e muitas vezes sem sucesso.

Dembelé brilhou com Barcelona sem Messi

Porém, contra o Málaga, Dembélé estava muito mais solto e conseguiu vários dribles bem sucedidos. Embora jogar ao lado de Messi seja um privilégio, para Dembélé é uma pressão adicional que no momento ele não está conseguindo ainda lidar. Depois do bom jogo, Dembelé gostaria de jogar de início novamente contra o Chelsea, na quarta-feira, até porque o Barcelona não vai poder contar com Coutinho e, possivelmente, com Iniesta, que está lesionado.

Ernesto Valverde pareceu desconfortável usando Ousmane Dembele desde o seu retorno da lesão, independentemente do clamor dos adeptos de Barcelona, ​​que têm grandes esperanças sobre Dembelé. Para muitos, o francês é o herdeiro da posição desocupada de Neymar e, portanto, a chave para um retorno a formação anterior em 4-3-3. Sua performance contra o Málaga foi a primeira prova real do potencial que a diretoria do Barça viu nele, antes de fazer tão grande investimento.

Contra o Málaga, Dembelé fez parte do momento mais memorável da partida, quando seu bom trabalho no flanco, em um bom drible, lhe permitiu dar a melhor assistência para Philippe Coutinho fazer um golaço. Finalmente, os dois reforços mais caros da história do Barcelona aparecem na sua melhor versão. Resta saber se com o regresso de Messi, Dembelé vai continuar impondo seu Futebol ou se ele vai acusar novamente a pressão. Uma coisa é garantida: será Dembelé quem terá que se adaptar.