Apesar de dolorida e não estar nos planos da comissão técnica, a derrota na última quinta-feira (1º), contra o Real Garcilaso, no Peru, [VIDEO]pela estreia na Copa Libertadores da América, já é pagina virada no Santos e agora o técnico Jair Ventura já mira todas as suas atenções para o clássico deste domingo (4), contra o Corinthians, às 17 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Por determinação do Ministério Público de São Paulo, todos os clássicos são jogados com torcida única. Por isso, os ingressos foram vendidos apenas para os torcedores do Peixe, que é o mandante da partida.

Logo após a derrota no Peru, o técnico Jair Ventura mandou um recado aos torcedores: “Já passou.

O passado é imutável. Vamos pensar no clássico agora”. Como o assunto daquele momento em diante seria o clássico de domingo, quando o Peixe poderá até mesmo sair de campo classificado, o treinador santista fez um paralelo entre sua carreira com a do corintiano Fábio Carille, [VIDEO] que junto com Roger Machado são considerados os treinadores mais promissores desta nova geração. “Minha história é parecida com a dele, ficamos nove anos como auxiliar, fomos interinos e depois efetivados”, disse.

Além do Corinthians, o cansaço provocado pela longa viagem de volta ao Brasil será outro adversário do Peixe para a partida, porém Jair tratou de minimizar o problema. “Temos que superar tudo isso para fazermos um grande clássico” disse. Para esse duelo, o time não poderá contar com Gabriel, que recebeu o terceiro cartão amarelo na partida diante do Santo André e terá que cumprir suspensão.

Arthur Gomes deverá entrar em seu lugar.

Até a noite da última quinta-feira (1º), mais de 30 mil ingressos já havia sido comercializados para o jogo. A expectativa é de casa cheia, e para alavancar as vendas, o presidente José Carlos Peres chegou a gravar um vídeo convocando o torcedor para o jogo.

Com 17 pontos dentro do grupo D, o Santos poderá sair de campo classificado. Para isso, basta vencer o rival e torcer para que o Red Bull Brasil seja derrotado pelo São Bento, neste sábado (3), em Sorocaba.

Mais um mês de Kappa

O Santos havia anunciado recentemente um acordo com a Umbro, que substituiria a Kappa, cujo acordo terminou no final de fevereiro. Porém, como houve atraso nas negociações com a fornecedora inglesa, a diretoria santista estendeu o contrato com os italianos por mais um mês. Com isso, o novo fardamento do Peixe passará a ser usado apenas em abril.