O Palmeiras, apesar de viver uma boa fase financeira, sofre com a situação de um atleta, este é o meio-campista Gustavo Scarpa, que veio ao clube após conseguir uma liminar, Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, que o liberava do contrato com o seu antigo clube Fluminense e poderia fechar com quaisquer outras equipes.

A diretoria do clube carioca supostamente teria atrasado alguns salários do jogador, o que fez com que ele conseguisse ser liberado, mas agora os advogados do Fluminense conseguiram derrubar a liminar que Scarpa havia conseguido na Justiça e o seu contrato com o Palmeiras foi, obrigatoriamente, rescindido.

Agora, o Palmeiras não está se envolvendo muito no 'caso Scarpa', pois está deixando para que os próprios advogados do jogadores resolverem o ocorrido, até pelo motivo de que, no contrato do atleta, o Palmeiras colocou uma cláusula em que o atleta teria que se responsabilizar por quaisquer problemas judiciais.

O que o Flu quer?

O Fluminense resolveu falar sobre o caso de seu antigo camisa 10, e já afirmou que descarta uma volta do atleta, até porque não existe mais clima para ele atuar pelo tricolor carioca.

No entanto, o jogador terá que sair "pelas portas da frente", como pede a diretoria do clube.

O clube carioca não impede a saída do atleta, mas afirma que não entende esta vontade de querer prejudicar o Fluminense, querendo sair gratuitamente do tricolor, com isso a diretoria carioca deseja um desfecho amigável.

O que é esperado pela diretoria é uma negociação, assim o Palmeiras envolvendo algum atleta, fazendo uma possível troca, ou então pagando para ter o jogador, pois isso seria o mais viável.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Palmeiras vai pagar para ter o atleta?

O tricolor carioca vem pedindo algo para que o Scarpa possa voltar ao Palmeiras, mas o clube já afirmou que o próprio atleta teria que se responsabilizar por um problema judicial, portanto o próprio jogador pagaria algo que fosse cobrado.

Por outro lado, de acordo com a Lei Pelé, o jogador não pode pagar a própria multa ou qualquer outra cobrança feita pelo seu antigo clube, tudo deve ser pago pelo próprio clube que deseja o atleta, com isso o alviverde da capital acaba que, se quiser ter o jogador, sendo obrigado a pagar algo.

Contudo, o Verdão ainda acredita em uma reviravolta e em uma vitória de Gustavo Scarpa na Justiça, assim retornando gratuitamente ao Palmeiras, por isso que nenhuma atitude, por enquanto, será tomada pelo Verdão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo