O Corinthians tem um plantel muito bom de goleiros, tendo o Cássio como o titular deles, sendo que este é um dos convocados para a Seleção Brasileira e já está praticamente confirmado na Copa do Mundo de 2018. O técnico da seleção Tite deve deixar o goleiro do Timão para a terceira vaga como arqueiro na competição como uma forma de recompensa pela final da Copa Mundial de Clubes, em 2012, pelo Alvinegro de Itaquera, quando era o próprio Tite que comandava o Corinthians.

O goleiro Cássio foi o grande protagonista daquele jogo, fechando o gol contra o Chelsea.

No entanto, o segundo goleiro do Timão é o Walter, que muitas vezes é pedido pela torcida para ser titular da equipe alvinegra, até porque, sempre que veste a camisa e é o titular do Corinthians, corresponde e muito dificilmente comete alguma falha.

Saída de goleiro?

Além de ter uma grande disputa entre dois grandes goleiros, o Corinthians também conta com uma concorrência enorme entre jogadores das categorias de base, estes formados no clube.

O terceiro goleiro do Timão vem da base, Caíque.

Porém, a escolha dele para ser o terceiro goleiro acabou irritando Matheus Vidotto, que estava vivendo bom momento e queria jogar no profissional do Corinthians. Entretanto, na primeira oportunidade, o técnico Fábio Carille preferiu dar oportunidade ao Caíque, que, assim, se tornou o terceiro goleiro.

Portanto, Vidotto ainda estava no elenco profissional do Corinthians, mas era o quarto goleiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

Após ter pedido liberação da Florida Cup, em janeiro, para resolver burocracias pessoais, o goleiro foi afastado do elenco profissional do Corinthians e agora está praticamente vendido.

O Corinthians já acertou tudo e está muito próximo de anunciar a Venda do goleiro de 24 anos ao Bari, time da segunda divisão da Itália.

A venda já é certa?

É muito difícil que o Corinthians acabe não vendendo o jogador, a não ser que o time italiano acabe dando para trás na negociação.

O fato que mais teria irritado o atleta é que tem dois anos a mais que Caíque e já estava à espera de uma oportunidade na equipe principal. Segundo o pensamento dele, deveria ser respeitado a hierarquia ao escolher um goleiro para ter oportunidades.

Agora, o jogador vai jogar no continente europeu e poderá mostrar serviço. Ainda não se sabe se ele chegará para ser titular no time italiano, mas jogar em um clube deste país é uma honra muito grande para qualquer atleta.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo