Depois de um longo período de 15 anos sem títulos e com muita provocação do rival, o Grêmio vive um novo momento desde 2016, quando venceu a Copa do Brasil sobre o Atlético-MG e iniciou uma outra fase vitoriosa em sua bonita história.

A chegada desse momento casa com a vinda de Renato Gaúcho, que substituiu Roger Machado em setembro de 2016 e desde então tem recolocado o Grêmio no radar das grandes conquistas.

Publicidade
Publicidade

Em menos de dois anos, Renato já colocou o clube em cinco finais.

A próxima é o Gauchão. Nos próximos dois domingos, o Grêmio desafiará o Brasil de Pelotas em busca da taça estadual. O primeiro jogo será na Arena, no domingo de Páscoa, dia 1°, em Porto Alegre, enquanto o grande campeão será conhecido no domingo seguinte, em Pelotas.

Para o Grêmio, a possibilidade dessa nova conquista tem um significado especial em termos históricos. Apesar de ser um dos dois gigantes do Rio Grande do Sul, o tricolor não sabe o que é vencer um Gauchão desde a temporada de 2010, quando ainda era treinado por Paulo Silas.

Grêmio vive um grande momento com Renato
Grêmio vive um grande momento com Renato

De lá para cá, os gremistas viram o Inter vencer o estadual por seis vezes seguidas.

No ano passado, no entanto, o valente Novo Hamburgo surpreendeu a todos e quebrou 17 anos de hegemonia da dupla Gre-Nal.

Leia tudo