O meia armador de jogadas Alejandro Guerra entrou ao meio do segundo tempo, na partida passada, e fez parte da classificação do Palmeiras para a fase final do Campeonato Paulista, sendo, inclusive, o autor do gol no último pênalti da equipe.

O pênalti que classificou o Verdão foi batido pelo venezuelano, que é muito experiente e já logo saiu para comemorar a classificação com os seus companheiros, com isso os elogios da torcida ao jogador foram muitos.

No entanto, o jogador vem brigando para reconquistar a titularidade, mas para isso tem que desbancar o grande reforço da temporada, o armador Lucas Lima, que veio, inclusive, do rival Santos, equipe que o Verdão conseguiu passar nas semifinais.

Por que bateu o último pênalti?

O venezuelano bateu o último pênalti e, ao final da partida, depois da classificação, o jogador foi questionado do porquê teria executado a cobrança mais importante das penalidades máximas, a que acabou decidindo o jogo.

O atleta impressionou ao responder que foi ele quem escolheu bater a penalidade, pois teria pedido ao técnico Roger Machado para executar a quinta cobrança. Mas para quê? O venezuelano afirmou que precisava fazer algo pelo Palmeiras, sentia que estava necessitando fazer algo importante pela equipe, e aquilo era o máximo que estava ao seu alcance.

Guerra já foi titular do Palmeiras, mas, hoje em dia, com a alta concorrência, ele acaba se tornando um importante jogador, mas que integra o banco de reservas.

Muitos torcedores pede para que ele se torne titular no lugar do meio-campista Lucas Lima, que vem tendo atuações muito contestadas pelos torcedores alviverdes.

Guerra virará titular?

Sempre que o atleta entra se torna muito importante para o elenco palmeirense, sendo um dos principais jogadores em campo, como aconteceu na passagem de fase contra o Santos ontem.

O meio-campista tem grandes chances de conquistar a titularidade, uma vez que o Palmeiras não tem mais o meia-atacante Gustavo Scarpa, que poderia ser o reserva imediato para a posição de armação de jogadas.

Agora, qualquer vacilo de Lucas Lima, o reforço do Verdão pode perder espaço e se tornar reserva [VIDEO].

O venezuelano foi muito importante na campanha da Copa Libertadores da América de 2017, mas quando seu filho se afogou em uma piscina, o jogador desfalcou a equipe e acabou fazendo muita falta. O alviverde da capital acabou sendo eliminado, quando Guerra desfalcou a equipe. [VIDEO]