Na tarde desta sexta-feira (16), poucas horas depois da derrota de 1 a 0 para o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis, e a consequente eliminação precoce da Copa do Brasil, o Fluminense [VIDEO], no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, deu início aos seus preparativos visando o compromisso de domingo, às 16h (de Brasília), no Elcyr Resende, em Bacaxá, distrito de Saquarema, na Região dos Lagos, diante da Cabofriense, válido pela última rodada da Taça Rio, terceiro turno do Campeonato Carioca. Durante quase duas horas, o técnico Abel Braga dirigiu um coletivo do qual participaram apenas os reservas e não relacionados para a viagem a Santa Catarina, já que os titulares foram liberados e só se reapresentam no sábado.

Antes do treino, o volante Aírton concedeu entrevista coletiva. Um dos seis reforços contratados até o momento, o experiente jogador, com passagens por Flamengo, Internacional e Botafogo, tem chances de, finalmente, fazer a sua estreia depois de um longo período se recuperando de uma fratura no tornozelo direito. Ao ser perguntado, ele disse ter totais condições de jogo, mas não quis confirmar a sua presença na equipe que iniciará a partida do final de semana.

"O Abel conversou um pouco comigo, elogiou meus treinos, mas ainda não disse se vou começar jogando. Quero que chegue logo domingo para estrear e dar meu máximo com a camisa do Fluminense. Estou muito feliz de vestir a camisa de um grande clube e voltar a jogar", disse Aírton.

"Tenho que agradecer ao pessoal da fisiologia e da fisioterapia.

Detectaram que eu estava com um desequilíbrio e preferiram segurar. Hoje não estou nem 100%, estou 110%", acrescentou.

Quem também pode vestir a camisa tricolor pela primeira vez é o goleiro uruguaio Guillermo de Amores. Trazido do Liverpool-URU, o arqueiro retornou aos treinamentos após sofrer um estiramento na coxa direita.

A tendência é de o Fluminense, com 13 pontos, líder do Grupo C e praticamente garantidos nas semifinais da Taça Rio, escalar um time misto. Um dos poucos titulares seria Renato Chaves, que não enfrentou o Avaí por cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Para completar o dia, no final da tarde, o Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), obedecendo decisão judicial da última quinta e informou a rescisão do contrato de Gustavo Scarpa [VIDEO] com o Palmeiras e a reativação de seu vínculo com o Fluminense [VIDEO]. No início do ano, o apoiador, por intermédio de uma liminar, havia conseguido sair do Tricolor e ir para o Verdão.

Sem contrato, Scarpa está fora da primeira partida do Palmeiras nas quartas-de-final do Campeonato Paulista [VIDEO], marcada para o sábado, às 16h (de Brasília), fora de casa, contra o Novorizontino. O staff do jogador não foi encontrado, mas, segundo informações de bastidores, tentará reverter a situação.