Titular absoluto do Santos nas 12 primeiras partidas da temporada, o meia Emiliano Vecchio simplesmente desapareceu, não apenas dos 11 iniciais, ficando relegado ao banco de reservas nos últimos quatro, e decisivos, compromissos do time no Campeonato Paulista [VIDEO]. Sua última aparição dentro das quatro linhas foi na vitória por 3 a 1 diante do Nacional do Uruguai, no estádio do Pacaembu, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Questionado a respeito do que o levou a não utilizar mais o argentino, o treinador santista deu uma resposta curta [VIDEO]e direta, preferindo ao mesmo tempo elogiar seu jogador.

“É uma opção minha. Não tem nada. É um cara especial”, justificou o treinador, que também não descartou que o jogador possa em breve voltar a figurar entre os titulares.

Mesmo com o repentino afastamento, e da temporada ainda não ter completado seu terceiro mês, Vecchio atuou praticamente o mesmo número de jogos que fez durante todo o ano passado, quando esteve em campo 15 vezes, sendo duas pela Copa Libertadores da América e outras 12 pelo Campeonato Brasileiro e ainda tendo uma solitária aparição na Copa do Brasil.

A saída do argentino do time escancara ainda mais um problema que o time vem tendo desde a saída de Lucas Lima, que é a falta de um camisa 10. Além de Vecchio, Jean Mota também desempenhou a função em algumas partidas. Diogo Vitor e Rodrygo também foram experimentados no setor, mas os resultados não foram satisfatórios.

Jair chegou a dizer, em uma entrevista coletiva, que enquanto um jogador com as características não chega, irá utilizar o que tem à disposição no elenco.

Desabafo

O Santos foi eliminado do Campeonato Paulista, mas como se costuma dizer no Futebol, deixou a competição de cabeça erguida, uma vez que a queda deu-se somente após a disputa de penalidades. Ao final da partida, o zagueiro David Braz fez um desabafo, onde enalteceu a qualidade do elenco santista, respondendo aos comentários feitos após a derrota do time por 1 a 0 na primeira partida.

"Eu tenho muito orgulho de vestir esse manto”, disse o defensor. “Um time que algumas pessoas desacreditam. Falaram e pensaram que iríamos ser goleados. Aqui é Santos, bicampeão mundial”, seguiu antes de mandar um recado aos críticos. “Quando vocês acharem que o Santos está pra baixo, cuidado! Vocês acabam de cometer um grande erro”.

O elenco do Santos volta aos trabalhos já nesta quarta-feira (28), quando os jogadores reservas treinarão no campo e os que atuaram contra o Palmeiras farão trabalho regenerativo.