O Santos perdeu a primeira batalha para o Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista [VIDEO], ao ser derrotado por 1 a 0, no sábado passado (24), em jogo realizado no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Mas não pense que por conta do resultado adverso o Santos e seu treinador baixaram a cabeça.

Desta vez, no jogo de volta desta terça-feira (27), o mando de campo é do Palmeiras. Como no estado de São Paulo há uma determinação para que os clássicos sejam disputados com torcida única, só haverá torcedores de verde nas arquibancadas, fato que não assusta em nada o técnico Jair Ventura.

“Não será a torcida deles que vai nos assustar”, declarou o técnico Jair Ventura, mostrando que tem plena confiança em seus jogadores, apesar da juventude de seu elenco.

Para ele, o duelo onde haverá apenas torcedores do time adversário não fará diferença dentro de campo.

O treinador lembrou-se do jogo da primeira fase, quando o Peixe jogou no Allianz Parque nessa mesma situação, a sua equipe teve boa atuação. “Fizermos um bom jogo lá no Allianz. Então, não será a torcida deles que vai nos assustar”, disse.

Para o jogo de volta, Jair já sabe que não poderá contar com Léo Cittadini, que sentiu uma lesão na coxa no confronto de sábado e ficará pelo menos 15 dias fora de combate. Outras baixas podem ser Eduardo Sasha e Rodrygo [VIDEO], que vem sentindo o desgaste físico da maratona enfrentada pelo time nas últimas semanas.

Cinco titulares preservados

O risco de sofrer mais baixas devido às lesões fez a comissão técnica do Santos tomar algumas medidas preventivas nesta segunda-feira (26), quando o elenco titular se reapresentou no CT Rei Pelé.

Assim como Eduardo Sasha, que atuou toda a partida contra o Palmeiras, outros quatro jogadores do elenco titular ficaram apenas fazendo trabalho de recuperação na academia: o atacante Gabriel, o zagueiro David Braz e os volantes Renato e Alison.

Os demais jogadores foram para o gramado, mas a imprensa pôde acompanhar apenas os trabalhos de aquecimento feito pelos atletas. Para o jogo de volta, além de ter que encontrar um substituto para o lugar do lesionado Léo Cittadini (Renato muito provavelmente deverá ser o dono da vaga), Jair também deverá sacar o meia Diogo Vitor, que acabou não indo bem no clássico.

Rodrygo, mesmo sendo outro jogador que apresentou desgaste físico, pode acabar ganhando a vaga. O duelo de volta acontece nesta terça-feira (27), às 20h30, no Estádio do Pacaembu, e o Santos precisa vencer por dois gols de diferença para avançar diretamente. Vitória por um gol levará a disputa para as penalidades.