Leo Messi terminou a partida com o Las Palmas desolado. O astro argentino [VIDEO] ainda marcou para o Barcelona, fazendo o 1 a 0, mas ele viu o rival das Canárias igualar o marcador, e se sentiu muito sozinho, na missão de chegar novamente na vantagem. O Barça desperdiçou mais dois pontos, e complicou a liga. No final de semana, tem grande encontro com o Atlético de Madrid e o resultado desse jogo pode ser decisivo para o que aí vem. Valência e Real Madrid parecem completamente fora da corrida. E o título vai se decidir entre Barcelona e Atlético de Madrid, quando faltam 12 rodadas para o campeonato terminar.

Domingo pode 'decidir' o campeonato

No domingo, os dois times se enfrentam no Camp Nou, em um momento que o Barcelona tem apenas cinco pontos de vantagem.

Em caso de vitória sobre o time de Simeone, o Barça abrirá a vantagem para oito pontos, mas, se perder, ficará tudo em aberto, com apenas dois pontos de vantagem. Já esteve bem mais favorável o panoramama. Apesar de ainda não ter perdido qualquer partida na liga espanhola, o Barcelona tem deixado para trás alguns pontos em empates inesperados, como contra o Las Palmas, um dos últimos classificados. O Barcelona terminou a partida com muitas queixas contra a arbitragem, e Leo Messi era a imagem da revolta.

Messi brilhou isolado

O astro argentino abriu o placar com um golaço de falta, mas depois a partida se complicou. O Barcelona não conseguiu fazer mais gols, e o Las Palmas empatou de pênalti, em uma decisão muito contestada pelos catalães. Faltavam ainda mais de 40 minutos para o final do jogo, mas nem as entradas em campo de Coutinho e Dembelé ajudaram o Barça a vencer.

A raiva de Messi no final do jogo em Gran Canaria era visível. De acordo com o periódico espanhol Don Balón, Leo Messi estaria farto de ter que puxar "o carro sozinho". Contra Las Palmas, o camisa '10' foi novamente o único que causou problemas para a defesa rival, mas a ira de Messi vai mais longe. E ele não teria hesitado em apontar vários nomes próprios, como apurou o jornalista Juan Martinez, do mencionado periódico. Há algum tempo, o argentino vai advertindo que há jogadores que não têm o nível de jogo do Barça. E isso teria ficado claro no jogo desta quinta-feira.

Quatro estrelas debaixo de fogo

Para começar, Lucas Digne. A diferença entre o francês e Jordi Alba é abismal. Digne foi titular no lugar de Alba e Messi perdeu completamente [VIDEO] a conexão com o lado esquerdo. Por isso, Digne não deve continuar, o que até já havia sido referido mais vezes, durante essa temporada.

Outro nome que choca mais ainda é Paulinho. A temporada começou bem para o brasileiro, que até fez vários gols, mas cada vez é mais notável que ele não tem o que é preciso para jogar no Barça.

Aleix Vidal também esteve no centro das atenções, e sua incorporação no time não acresentou nada de bom. E é precisamente nesse ponto que entra Ernesto Valverde, também ele no ponto de mira. O treinador teve suas escolhas contestadas nesta rodada, depois de ter deixado no banco nomes como Dembélé, Coutinho ou Piqué. Leo compreende cada vez menos o técnico espanhol. E isso pode ser um problema.