Neymar lesionou o quinto metatarso do pé direito em seu último jogo pelo Paris Saint German (PSG) contra o Olympique de Marseille. O jogador pisou de mau jeito e caiu chorando muito por conta da dor, precisando ser substituído. Isso teria sido previsto pelo vidente Carlinhos, que acertou os três primeiros colocados da última Copa do Mundo, além da tragédia que envolveu o time da Chapecoense.

A lesão foi diagnosticada como uma fissura, mas posteriormente foi colocada como uma fratura e a recuperação pode demorar até três meses e meio. O procedimento envolverá a introdução de um pino de platina no quinto metatarso do pé direito.

O vidente Carlinhos também afirmou que esse problema deixaria Neymar de fora da Copa do Mundo da Rússia, que começa dia 14 de junho deste ano. O técnico do PSG, Unai Emery, reclamou das especulações sobre a situação, que estão correndo como o vento.

Cirurgia e recuperação de Neymar

O avião de Neymar [VIDEO] chegou por volta de 7h30 ao Galeão e ele deixou a aeronave de cadeira de rodas. Lesmar disse que a lesão é um pouco mais grave do que a mídia havia dito algum tempo atrás. Isso influenciará o tempo de recuperação. Sendo a estreia da seleção brasileira no dia 17 de junho, contra o time Suíço, Neymar teria apenas 20 dias para treinar. Ele deve perder toda a temporada do Paris Saint German, além da final da Liga dos Campeões.

A operação acontecerá no sábado pela manhã, em Belo Horizonte.

A melhor chance de recuperação é optar pela cirurgia, pois um tratamento mais conservador, além de tomar um tempo muito maior para recuperação, gera uma chance de refratura em caso de grandes esforços. A decisão entre Lesmar e os médicos do PSG foi unânime pelo tratamento cirúrgico.

Próximos jogos sem Neymar

Unai Emery ainda falou, logo após o jogo que lesionou o jogador, sobre a possibilidade de Neymar [VIDEO] enfrentar o Real Madrid. Nas palavras do técnico, ele teria 10% de chances de fazê-lo, pois até o presente momento a lesão aparentava ser apenas uma entorse. Os exames apontaram o contrário. Apesar disso, em sua entrevista, Emery mencionou o português Gonçalo Guedes, que jogou com fissura no metatarso pelo Valencia, onde joga emprestado pelo PSG. Deve-se destacar duas diferenças, entretanto: Guedes não torceu o tornozelo ao se lesionar e também só voltou a jogar após um período de 20 dias de recuperação.

A nós só resta orar pela recuperação de Neymar e pela sorte da equipe brasileira no mundial que se aproxima.

Veja as previsões de Carlinhos sobre Neymar: