Palmeiras e Corinthians é um clássico que sempre causa muita polêmica. Da última vez, o goleiro Jaílson acabou sendo expulso por um lance polêmico em cima do volante corintiano Renê Júnior, que levou o árbitro a marcar pênalti e expulsar o goleiro com certa lerdeza. Segundo o árbitro, a marcação foi feita após ele ver o ferimento na perna do corintiano.

No lance, Renê Júnior saiu com a perna sangrando e teve que levar alguns pontos. Nesse jogo, o Palmeiras acabou perdendo por 2 a 0 para o seu maior rival, o Corinthians, em partida disputada na Arena de Itaquera.

Publicidade
Publicidade

Mas o que complicou o jogador foi uma fala polêmica após a sua expulsão, quando resolveu usar a expressão "passaram a mão na gente de novo aqui". Na hora em que afirmou isso, o próprio atleta falou que saberia que poderia ser punido.

Dura punição

O goleiro do Verdão tinha noção do que sua afirmação poderia causar. Outros também foram chamados para depor no STJD, como foi o caso do atacante Dudu, que cogitou sair no meio da partida. Outro foi o diretor de futebol Alexandre Mattos, que também deu algumas declarações polêmicas após o jogo.

Publicidade

O arqueiro Jaílson foi punido pelo tribunal da FPF (Federação Paulista de Futebol) e ficará dois jogos suspenso do Campeonato Paulista. O atleta só voltará em uma eventual segunda partida da semi-final da competição.

Será muito difícil o Palmeiras não jogar as semi-finais do Campeonato Paulista, até porque, na primeira partida das quartas de final, o Verdão aplicou uma goleada de 3 a 0, fora de casa, contra o Novorizontino. O próximo jogo será no Allianz Parque, estádio que o Palmeiras ainda não perdeu por três gols de diferença.

Dudu e Felipe Melo também foram julgados, mas ambos foram absolvidos pelo juízes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Palmeiras

O departamento jurídico do Palmeiras ainda não decidiu se irá recorrer da decisão para tentar abrandar a pena dada pela corte ao goleiro Jailson

Weverton ou Fernando Prass?

Agora, serão dois jogos para o técnico Roger Machado escolher um goleiro para dar oportunidade de atuar, um pouco, como titular. A grande dúvida é sobre quem será o reserva imediato do atleta que está suspenso.

Roger já havia afirmado que Prass era o primeiro substituto, tendo jogado, até mesmo, a partida após o Jaílson ser expulso.

Porém, na partida contra o Ituano, em que o técnico Roger Machado testou o time reserva, foi Weverton quem atuou como titular.

Ou seja, não dá para saber quem será o goleiro titular nessas duas partidas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo