E lá se foi a primeira fase do Campeonato Paulista. Depois de 12 jogos, deu a lógica, com os quatro maiores times do estado garantindo a primeira colocação de seus respectivos grupos. Mesmo com duas derrotas e um empate nas três últimas rodadas, o Santos assegurou a primeira colocação [VIDEO] do grupo D com 18 pontos, sendo também a terceira melhor campanha geral. Mais importante até do que a previsível classificação para as quartas de final, foram as observações e os ajustes que o técnico Jair Ventura pôde fazer nessas partidas já visando a sequência da temporada, quando terá confrontos bem mais pesados.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Por conta dos problemas financeiros do clube, que atrasara a apresentação do treinador, combinado a troca de presidente, o Santos foi um dos últimos times a iniciar sua preparação, tendo pouco tempo de pré-temporada e com a maioria dos reforços chegando já com o estadual em andamento.

Por isso, Jair decidiu que iria colocar o máximo de jogadores possíveis para atuarem e assim fazer as correções e ajustes necessários.

Um dos problemas detectados logo de cara foi na lateral esquerda e obrigou a diretoria a trabalhar rápido. Foram preciso apenas duas partidas para a comissão técnica tomar ciência que o recém-contratado Romário não tinha condições de ser titular e foi sacado na terceira rodada. Caju, que já estava no clube, também não agradou e com isso a direção foi buscar na Itália Dodô, que veio por empréstimo da Sampdoria. Apesar de estar muito tempo parado, o jogador foi bem no duelo contra o São Bento [VIDEO] e ao que tudo indica, o problema naquele setor foi sanado.

As rodadas, finais, principalmente após a vaga ter sido garantida, também serviram para jogadores da base mostrar serviço.

Foi assim inicialmente com Rodrygo, que marcou dois gols, e também com Diogo Vitor, que acabou marcando seu primeiro gol logo em um clássico, diante do Corinthians em um Pacaembu lotado. Daniel Guedes, outro da base, que vem substituindo Victor Ferraz, vem dando conta do recado, se tornando uma grande sobra para o titular da posição.

Agenda

O Santos agora vira a chave no estadual e foca na disputa da Copa Libertadores da América. Na próxima quinta-feira (15), o Peixe recebe o Nacional do Uruguai, no estádio do Pacaembu, e a vitória é fundamental para o time não se complicar em um grupo muito difícil. No final de semana, o elenco vai até Ribeirão Preto, onde inicia a fase de quartas de final do Campeonato Paulista, contra o Botafogo.