A Sociedade Esportiva Palmeiras enfrentou a Associação Desportiva São Caetano, pela décima rodada do Campeonato Paulista, no Allianz Parque, nesta segunda-feira à noite, 5, e saiu derrotada por 1 a 0, com Chiquinho balançando a rede para os visitantes.

Roger Machado, técnico da equipe palestrina, escalou peças diferentes para este duelo contra o time do ABC, pensando no desgaste dos atletas que compõem o plantel titular e também no clássico que terá quinta-feira, 8, em casa enfrentado o Tricolor do Morumbi.

Publicidade
Publicidade

Quem saiu jogando foi Fernando Prass, Fabiano, Luan, Juninho, Michel Bastos, Thiago Santos, Keno, Bruno Henrique, Tchê Tchê, Gustavo Scarpa e Guerra. Seu adversário, treinado por Pintado, veio a campo com Helton Leite, Alex Reinaldo, Sandoval, Max, Bruno Recife, Vinícius Kiss, Diego Rosa, Ferreira, Ermínio, Niltinho e Chiquinho.

Com as modificações e pouco entrosamento, o Palmeiras não conseguiu exercer um bom trabalho na primeira etapa e viu seu gol ser atacado em algumas oportunidades.

Publicidade

Aos 6 minutos Chiquinho, número 10 do Azulão, fez o gol do jogo, após receber um bom cruzamento de Alex Reinaldo, da direita. Ele dominou bem a bola dentro da área e chutou forte no canto de Fernando Prass, que tentou impedir, mas não conseguiu, 1 a 0.

Depois disso, os comandados de Roger, quase levaram o segundo, aos 8’, em mais um lance originado pela região do gramado que Michel Bastos ocupava.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Palmeiras

Desta vez, a bola alçada por Alex Reinaldo, encontrou Diego Rosa, que se aproveitou do vacilo de Juninho na marcação para finalizar sozinho de letra, Fernando Prass fez uma grande defesa com o pé, evitando o segundo gol.

Criar chances para empatar não estava fácil para os anfitriões, mas, a partir dos 20’, isso mudou. Gustavo Scarpa cobrou falta e o zagueiro Luan cabeceou para fora, passando perto da trave.

Com 31’, Guerra bateu escanteio, Juninho escorou e Thiago Santos concluiu de cabeça no travessão do arqueiro Helton Leite. Na sequência, a bola saiu pela linha de fundo.

A pressão crescia e o gol não saia. Aos 39’, Guerra deu um corte no marcador e um passe para Bruno Henrique, que dominou e chutou forte, mas o goleiro do São Caetano espalmou.

Os visitantes responderam aos 41’, por pouco Niltinho não guardou o dele.

Publicidade

Ermínio cruzou e o atleta se esticou para tentar concluir, mas abola passou. Assim que o árbitro apitou o final do primeiro tempo, a torcida palmeirense vaiou o time. Um público de 22.597 pessoas assistiu ao confronto.

No segundo tempo, o time voltou diferente em sua forma de jogar, Willian entrou no lugar de Tchê Tchê e fez a função de centroavante, enquanto Guerra foi para o meio. Com isso, o Verdão esteve mais presente no campo de ataque.

Publicidade

Aos 14’, Guerra deixou Keno em ótima condição para finalizar, mas ele preferiu passar a bola para Willian, que vinha acompanhando o lance, mas ele mandou para fora.

Com 18’, o São Caetano trocou o goleiro, Paes entrou no lugar de Helton Leite. Um pouco depois, aos 22’, Keno perdeu uma grande chance de igualar o placar. Ele tabelou com Guerra e chutou perto do canto direito. Um pênalti poderia ter sido assinalado em cima do Willian, aos 38’, ele foi tocado dentro da área, e o juiz Vinícius Furlan não deu. No último momento perigoso, Scarpa cobrou falta e quase fez, aos 46’, mas ficou nisso.

Agora o Palmeiras chega ao quarto jogo sem vencer no Paulista, com duas derrotas e dois empates. O time encara um rival durante a semana buscando se reabilitar na competição estadual. A partida será no Allianz Parque, às 20h30.

O Alviverde já está classificado para a próxima fase da competição estadual com 20 pontos e lidera o Grupo C, com seis pontos à frente do Novorizontino, segundo colocado. Já o São Caetano, é o vice-líder do Grupo B com 13 pontos e vem logo depois do São Paulo, com 14.

Substituições

  • São Caetano - Niltinho por Carlão, Helton Leite por Paes e Ermínio por Esley.
  • Palmeiras - Tchê Tchê por Willian, Bruno Henrique por Moisés e Guerra por Papagaio.

Cartões amarelos

  • Verdão - Moisés e Gustavo Scarpa.
  • Azulão - Esley, Paes e Alex Reinaldo.
Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo