A Sociedade Esportiva Palmeiras [VIDEO] enfrentou a Associação Desportiva São Caetano [VIDEO], pela décima rodada do Campeonato Paulista, no Allianz Parque, nesta segunda-feira à noite, 5, e saiu derrotada por 1 a 0, com Chiquinho balançando a rede para os visitantes.

Roger Machado, técnico da equipe palestrina, escalou peças diferentes para este duelo contra o time do ABC, pensando no desgaste dos atletas que compõem o plantel titular e também no clássico que terá quinta-feira, 8, em casa enfrentado o Tricolor do Morumbi.

Quem saiu jogando foi Fernando Prass, Fabiano, Luan, Juninho, Michel Bastos, Thiago Santos, Keno, Bruno Henrique, Tchê Tchê, Gustavo Scarpa e Guerra.

Seu adversário, treinado por Pintado, veio a campo com Helton Leite, Alex Reinaldo, Sandoval, Max, Bruno Recife, Vinícius Kiss, Diego Rosa, Ferreira, Ermínio, Niltinho e Chiquinho.

Com as modificações e pouco entrosamento, o Palmeiras não conseguiu exercer um bom trabalho na primeira etapa e viu seu gol ser atacado em algumas oportunidades. Aos 6 minutos Chiquinho, número 10 do Azulão, fez o gol do jogo, após receber um bom cruzamento de Alex Reinaldo, da direita. Ele dominou bem a bola dentro da área e chutou forte no canto de Fernando Prass, que tentou impedir, mas não conseguiu, 1 a 0.

Depois disso, os comandados de Roger, quase levaram o segundo, aos 8’, em mais um lance originado pela região do gramado que Michel Bastos ocupava. Desta vez, a bola alçada por Alex Reinaldo, encontrou Diego Rosa, que se aproveitou do vacilo de Juninho na marcação para finalizar sozinho de letra, Fernando Prass fez uma grande defesa com o pé, evitando o segundo gol.

Criar chances para empatar não estava fácil para os anfitriões, mas, a partir dos 20’, isso mudou. Gustavo Scarpa cobrou falta e o zagueiro Luan cabeceou para fora, passando perto da trave. Com 31’, Guerra bateu escanteio, Juninho escorou e Thiago Santos concluiu de cabeça no travessão do arqueiro Helton Leite. Na sequência, a bola saiu pela linha de fundo.

A pressão crescia e o gol não saia. Aos 39’, Guerra deu um corte no marcador e um passe para Bruno Henrique, que dominou e chutou forte, mas o goleiro do São Caetano espalmou.

Os visitantes responderam aos 41’, por pouco Niltinho não guardou o dele. Ermínio cruzou e o atleta se esticou para tentar concluir, mas abola passou. Assim que o árbitro apitou o final do primeiro tempo, a torcida palmeirense vaiou o time. Um público de 22.597 pessoas assistiu ao confronto.

No segundo tempo, o time voltou diferente em sua forma de jogar, Willian entrou no lugar de Tchê Tchê e fez a função de centroavante, enquanto Guerra foi para o meio.

Com isso, o Verdão esteve mais presente no campo de ataque.

Aos 14’, Guerra deixou Keno em ótima condição para finalizar, mas ele preferiu passar a bola para Willian, que vinha acompanhando o lance, mas ele mandou para fora.

Com 18’, o São Caetano trocou o goleiro, Paes entrou no lugar de Helton Leite. Um pouco depois, aos 22’, Keno perdeu uma grande chance de igualar o placar. Ele tabelou com Guerra e chutou perto do canto direito. Um pênalti poderia ter sido assinalado em cima do Willian, aos 38’, ele foi tocado dentro da área, e o juiz Vinícius Furlan não deu. No último momento perigoso, Scarpa cobrou falta e quase fez, aos 46’, mas ficou nisso.

Agora o Palmeiras chega ao quarto jogo sem vencer no Paulista, com duas derrotas e dois empates. O time encara um rival durante a semana buscando se reabilitar na competição estadual. A partida será no Allianz Parque, às 20h30.

O Alviverde já está classificado para a próxima fase da competição estadual com 20 pontos e lidera o Grupo C, com seis pontos à frente do Novorizontino, segundo colocado. Já o São Caetano, é o vice-líder do Grupo B com 13 pontos e vem logo depois do São Paulo, com 14.

Substituições

  • São Caetano - Niltinho por Carlão, Helton Leite por Paes e Ermínio por Esley.
  • Palmeiras - Tchê Tchê por Willian, Bruno Henrique por Moisés e Guerra por Papagaio.

Cartões amarelos

  • Verdão - Moisés e Gustavo Scarpa.
  • Azulão - Esley, Paes e Alex Reinaldo.