Por conta do maior poder aquisitivo, o Flamengo [VIDEO] possui, em seu elenco, uma larga superioridade em relação ao Fluminense [VIDEO]. No entanto, nos dois confrontos entre ambos na atual temporada, a vantagem é toda da equipe das Laranjeiras. Em sua coluna no portal Uol Esportes, André Rocha atribui esse contraste à questão tática. Segundo o analista, o Tricolor possui mais padrão de jogo do que o Rubro-Negro.

De acordo com André, o jogo tricolor flui, especialmente pelas laterais, tanto com Gilberto na direita quanto com Aírton na esquerda. Além disso, a saída de bola da equipe dirigida por Abel Braga é muito rápida, graças aos zagueiros Renato Chaves e Ibañez.

Para complementar, o equatoriano Junior Sornoza, único homem de criação da equipe, sempre busca a objetividade para municiar os atacantes.

Em contrapartida, o Fla vive com a burocracia e a pouca criatividade de Diego e Everton Ribeiro, o excesso de preciosismo de Lucas Paquetá, a falta de inteligência dos laterais (Rodinei e Renê) e a ineficiência do centroavante Henrique Dourado, que, por enquanto, só mostrou qualidade nas cobranças de pênalti.

Um dos líderes e único remanescente do telenco do Fluminense duas vezes campeão brasileiro (2010 e 2012), o zagueiro Gum reconhece a qualidade superior do elenco do Flamengo, mas diz que isso acaba sendo deixado de lado quando a bola começa a rolar.

"Futebol é apaixonante por causa disso. As pessoas falam que um lado está melhor, mas acabam, às vezes, errando um pouquinho.

Favoritismo deixamos para a imprensa que analisa o jogo. Como é clássico, não tem favorito. Futebol é dentro de campo que se resolve", resumiu.

Por enquanto, os Fla-Flus de 2018 valeram pela Taça Rio. No dia 24 de fevereiro, ainda pela fase de classificação, na Arena Pantanal, em Cuiabá, o Fluminense, naquela considerada a sua melhor atuação até o momento, com dois gols de Marcos Júnior, um de Pedro e um de Gilberto, aplicou sonoros e incontestáveis 4 a 0. Na ocasião, o Flamengo atuou com um time basicamente formado pelos reservas.

Na noite da última quinta, no Nilton Santos, o duelo foi válido pelas semifinais e, dessa vez, o ‘Mais Querido’ levou o que tinha de melhor. No entanto, a agremaição das Laranjeiras soube usar a vantagem do empate e, com o placar de 1 a 1, assegurou o direito de, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, decidir o terceiro turno do Campeonato Carioca contra o Botafogo.