Três jogadores do Palmeiras estiveram no banco dos réus [VIDEO] do Tribunal de Justiça Desportivo (TJD) de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (19), quando foram julgados por conta dos incidentes ocorridos no clássico contra o Corinthians, disputado no final do mês passado, em Itaquera. Um foi suspenso, e outros dois receberam advertência.

O primeiro a ser julgado foi o goleiro Jaílson, expulso após cometer uma penalidade em cima de Renê Júnior. No final da partida, ele ainda fez duras declarações contra a arbitragem “Passaram a mão de novo na gente”, disse na ocasião. O jogador chegou a correr o risco receber pena de até seis partidas de suspensão, porém acabou sendo punido por três jogos.

Como já cumpriu uma automática, contra o São Caetano, o goleiro ficará fora do jogo de volta das quartas de final, contra o Grêmio Novorizontino, na próxima quarta-feira (21), e também da primeira partida de uma eventual semifinal, caso o Verdão confirme sua passagem.

Em seguida foi vez do atacante Dudu [VIDEO] ser julgado também em razão das declarações que deu após o derby. O jogador palmeirense afirmou que o Corinthians é sempre beneficiado pela arbitragem quando joga em casa. “Na dúvida é Corinthians”, disse. Diferente do goleiro, o atacante foi apenas advertido pelo TJD e está liberado para encarar o Novorizontino, na quarta-feira.

Por fim, o volante Felipe Melo foi julgado por conta de gestos obscenos feito no jogo, que segundo ele, eram direcionados para o companheiro de time, Dudu, e não para a arbitragem.

A denúncia partiu de uma foto enviada ao tribunal e o jogador não sabia o motivo pelo qual estava sendo julgado. Pela maioria dos votos, apenas um auditor votou pela condenação, o volante também foi absolvido e receberá apenas uma advertência do TJD, ficando também liberado para o segundo duelo das quartas de final.

Com relação ao goleiro Jaílson, o Palmeiras ainda pode recorrer da sentença, porém como há pouco tempo até a próxima partida, o deverá entrar com um pedido de efeito suspensivo e assim garantir que ele jogue contra a equipe do interior e também esteja presente em uma eventual semifinal. Na saída do julgamento, os advogados do clube não quiseram falar com a imprensa.

O Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira (21), às 21h45, no Allianz Parque, para encarar o Grêmio Novorizontino, na segunda partida das quartas de final do Campeonato Paulista. Como venceu o duelo de ida por 3 a 0, o Verdão poderá até perder por dois gols de diferença que estará classificado para as semifinais. Se o time do interior devolver a diferença, a vaga será decidida nas penalidades máximas.