O São Paulo Futebol Clube [VIDEO] enfrentou o Sport Club Corinthians Paulista [VIDEO], neste domingo (25), no Estádio do Morumbi, e conseguiu vencer o primeiro Majestoso da semifinal do Estadual por 1 a 0. Nenê foi o responsável pelo gol que garantiu o resultado positivo perante o rival.

Neste clássico as duas equipes não puderam contar com alguns atletas importantes para a formação de seus esquemas táticos; pelo lado corintiano, Clayson, Jadson, Balbuena, Romero, Fagner, Rodriguinho e Renê Junior não participaram.

Em contrapartida sete são-paulinos também não estavam à disposição da comissão técnica, Anderson Martins, Júnior Tavares, Edmar, Hudson, Rodrigo Caio, Valdívia e Cueva foram os ausentes.

Mesmo com tantos desfalques as equipes foram muito competitivas e aguerridas, seus comandantes enviaram a campo formações parecidas, no que se refere à tática, os dois optaram pelo 4-2-3-1, espelhando as funções de suas peças no gramado.

Diego Aguirre, Técnico uruguaio, que esta à frente do São Paulo, montou seu time com Sidão, Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo, Jucilei, Petros, Liziero, Marcos Guilherme, Nenê e Tréllez.

Carille, último campeão brasileiro e paulista com o Timão, e que atingiu 100 jogos dirigindo o alvinegro neste encontro, começou o duelo com Cássio, Mantuan, Pedro Henrique, Henrique, Sidcley, Ralf, Gabriel, Maycon, Júnior Dutra, Mateus Vital, e Emerson.

O Tricolor iniciou o confronto tentando pressionar o Corinthians, a primeira chance veio dos pés de Liziero, aos 3 minutos.

A revelação de Cotia de 20 anos de idade, arriscou um chute potente da entrada da área, após bom lance de Reinaldo, porém a bola subiu demais.

Depois desta ocasião de perigo, os donos da casa só ameaçaram o gol de Cássio, novamente, aos 24’, com Arboleda cabeceando bola cruzada por Nenê, ela passou próximo à trave. Os visitantes não conseguiam ter ofensividade e se restringiam à manutenção do empate.

O time do Morumbi exercia forte marcação na saída de bola, e dificultava a criação dos comandados de Carille, mas não transformava o maior domínio do primeiro tempo em finalizações.

Aos 47’, a situação mudou de figura, Mantuan perdeu uma disputa com Tréllez, e proporcionou o espaço para o contra-ataque são-paulino, o colombiano disparou em velocidade pela esquerda, driblou Gabriel e chutou rasteiro, Cássio defendeu, mas na sobra Nenê completou para o gol, 1 a 0, para alegria dos 42.830 torcedores, maior público do Campeonato Paulista até aqui.

Nenê e Carille haviam se desentendido anteriormente durante o espetáculo, e na comemoração pela inauguração do placar, o camisa sete foi até o banco de reservas dos visitantes, fato que irritou o Técnico do Timão e seus atletas, o árbitro Raphael Claus o advertiu com um cartão amarelo.

No segundo tempo a criação de ambas as equipes foi fraquíssima, e pouco problema levou aos defensores, aos 32’ o Corinthians deu seu primeiro arremate, Mateus Vital tentou de longa distância e Sidão espalmou. O resultado permaneceu inalterado até o fim do embate.

Agora o jogo de volta será quarta-feira, na Arena Corinthians, às 21h45, de acordo com o horário de Brasília. O São Paulo vai para Itaquera podendo empatar o confronto que sai de lá classificado para a final do torneio. Em caso de derrota por um gol de diferença a partida será definida nas penalidades, e por dois, os corintianos garantem participação na decisão do Paulistão.

Cartões amarelos

  • Corinthians- Maycon.
  • São Paulo- Reinaldo, Nenê e Bruno Alves.

Substituições

  • Visitante- Júnior Dutra por Lucca, Emerson Sheik por Pedrinho.
  • Mandante- Marcos Guilherme por Lucas Fernandes, Liziero por Araruna, Nenê por Morato.