Enquanto mais uma vez a base mostrou que pode ser a grande solução do Santos para manter um time competitivo, agora com o garoto Diogo Vitor marcando o gol de empate no clássico deste domingo (4), contra o Corinthians, alguns jogadores considerados medalhões e com altos salários seguem “encostados” no Santos, sem que haja alguma solução para eles.

O caso que mais exemplifica isso é o do volante Leandro Donizete, cujos os vencimentos estão na casa dos 300 mil reais mensais – apesar de haver informações que ele receba a metade disso -, e que não joga desde setembro do ano passado, na partida que o Peixe perdeu para o Barcelona do Equador, em plena Vila Belmiro, e foi eliminado da Copa Libertadores da América.

Ele tem contrato com a equipe santista até dezembro do ano que vem e vem treinando em separado do grupo.

A diretoria vem tentando repassá-lo para outro clube, porém sem sucesso. Depois de o Atlético Mineiro o ter recusado, surgiu a informação de que o Coritiba, clube o qual ele teve uma boa passagem, demostrar interesse em contratar o veterano volante de 35 anos. No entanto, as conversas entre o time do Paraná e o empresário Edson Khodor não avançaram.

Os dois clubes já haviam até definido os valores salariais.

Apesar das negociações não terem sido dadas como encerradas, o caso deve se arrastar por pelo menos mais um mês. Isso porque na última sexta-feira (2), se encerrou o prazo para a inscrição de novos jogadores no Campeonato Paranaense, e dessa forma o jogador só poderia jogar no Campeonato Brasileiro, que começa em abril. “Foi dito que no Paranaense eles preferiram não fechar, e que no Brasileiro poderia ter uma outra situação”, disse o empresário do jogador ao portal Globo Esporte.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Santos PaixãoPorFutebol

De início, o clube paulista desejava pagar metade dos vencimentos do atleta, porém a diretoria do Coxa considerou os valores altos e depois de muita conversa, o time paranaense aceitou pagar 45 mil reais enquanto durante o campeonato estadual e depois passaria a pagar 60 mil durante a Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, posteriormente, o empresário foi avisado pelo Coritiba que a negociação tinha sido encerrada.

“Depois que o Santos aprovou, o Coritiba deu o ok, mas voltou atrás - completou o Khodor.

Leandro Donizete chegou ao Santos no começo do ano passado, vindo do Atlético Mineiro, porém não conseguiu engatar sequencia no time e neste ano ficou fora da lista de inscritos tanto no Campeonato Paulista quanto da Copa Libertadores da América.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo