Enquanto mais uma vez a base mostrou que pode ser a grande solução do Santos para manter um time competitivo, agora com o garoto Diogo Vitor marcando o gol de empate no clássico deste domingo (4), contra o Corinthians, [VIDEO]alguns jogadores considerados medalhões e com altos salários seguem “encostados” no Santos, sem que haja alguma solução para eles.

O caso que mais exemplifica isso é o do volante Leandro Donizete, cujos os vencimentos estão na casa dos 300 mil reais mensais – apesar de haver informações que ele receba a metade disso -, e que não joga desde setembro do ano passado, na partida que o Peixe perdeu para o Barcelona do Equador, em plena Vila Belmiro, e foi eliminado da Copa Libertadores da América [VIDEO].

Ele tem contrato com a equipe santista até dezembro do ano que vem e vem treinando em separado do grupo.

A diretoria vem tentando repassá-lo para outro clube, porém sem sucesso. Depois de o Atlético Mineiro o ter recusado, surgiu a informação de que o Coritiba, clube o qual ele teve uma boa passagem, demostrar interesse em contratar o veterano volante de 35 anos. No entanto, as conversas entre o time do Paraná e o empresário Edson Khodor não avançaram. Os dois clubes já haviam até definido os valores salariais.

Apesar das negociações não terem sido dadas como encerradas, o caso deve se arrastar por pelo menos mais um mês. Isso porque na última sexta-feira (2), se encerrou o prazo para a inscrição de novos jogadores no Campeonato Paranaense, e dessa forma o jogador só poderia jogar no Campeonato Brasileiro, que começa em abril.

“Foi dito que no Paranaense eles preferiram não fechar, e que no Brasileiro poderia ter uma outra situação”, disse o empresário do jogador ao portal Globo Esporte.

De início, o clube paulista desejava pagar metade dos vencimentos do atleta, porém a diretoria do Coxa considerou os valores altos e depois de muita conversa, o time paranaense aceitou pagar 45 mil reais enquanto durante o campeonato estadual e depois passaria a pagar 60 mil durante a Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, posteriormente, o empresário foi avisado pelo Coritiba que a negociação tinha sido encerrada. “Depois que o Santos aprovou, o Coritiba deu o ok, mas voltou atrás - completou o Khodor.

Leandro Donizete chegou ao Santos no começo do ano passado, vindo do Atlético Mineiro, porém não conseguiu engatar sequencia no time e neste ano ficou fora da lista de inscritos tanto no Campeonato Paulista quanto da Copa Libertadores da América.