Nem tudo foi motivo de festa para os torcedores do Fluminense [VIDEO], após o clube conquistar o título da Taça Rio, ao vencer o Botafogo por 3 a 0, domingo passado, no estádio do Maracanã. Nas redes sociais, torcedores do Tricolor relataram que foram assaltados enquanto voltavam para casa de trem.

“Invadindo vagão por vagão, abrindo bolsa de geral (sic), mandando entregar a camisa do Fluminense”, escreveu um torcedor. “Não pode ficar assim não. Os caras roubam o trem inteiro”, relatou outro. Ainda de acordo com o que foi postado por torcedores, os invasores obrigaram as mulheres a tirarem a camisa do time e quem não tinha levado outra foi obrigada a voltar para casa de top ou sutiã.

Houve também relatos de crianças agredidas pelo grupo de invasores. “Um deles deu um tapa na cara de um trabalhador só porque não quis abrir a mochila” era o relato de outro passageiro.

Vários outros torcedores relataram que o problema não é de agora, e que sempre após os clássicos – às vezes até mesmo antes – fatos desse tipo ocorrem. Alguns deles chegaram a afirmar que não irão mais em clássicos no Rio de Janeiro para não passarem por isso novamente.

Celebrou primeiro gol em final

Um dos jogadores mais felizes com a conquista da Taça Rio foi o volante Jadson, que celebrou o gol marcado na decisão justamente contra a equipe que o revelou. Tenho grande respeito pelo Botafogo (...) mas agora estou do outro lado e é sempre bom marcar em um clássico”, disse o jogador ao final da partida ao falar do que também foi seu primeiro tento anotado com a camisa do Fluminense citando ainda a famosa “lei do ex”, que nada mais é do que quando um jogador marca contra o clube o qual defendia anteriormente.

O jogador agora não terá muito tempo para comemorar [VIDEO], uma vez que, nesta quinta-feira (29), já tem novo jogo decisivo, agora contra o Vasco, no Maracanã, valendo vaga na decisão do Campeonato Estadual.

Zagueiro está de volta ao Fluminense

O Fluminense ganhou seu primeiro reforço para a disputa do Campeonato Brasileiro e também da Copa Sul-Americana. Na verdade não se trata de uma nova contratação e sim de um jogador que estava emprestado ao Paysandu e teve seu retorno antecipado às Laranjeiras. Enviado para o Papão da Curuzu, juntamente com o atacante Peu, o zagueiro Darlan, que tinha vinculo com o time paraense até abril, acertou sua rescisão de contrato. Pela equipe da região norte ele nunca conseguiu se formar como titular e disputou apenas cinco partidas.