O futuro de Neymar está no ar e tem muito por decidir. Até agora, ninguém pode garantir 100% onde o brasileiro vai jogar na próxima temporada. Supostamente, o astro do PSG [VIDEO] está "como um louco" para deixar o time francês, e o Real Madrid parece ser o maior interessado nessa saída. Entretanto, o que é certo é que Neymar está no Brasil, se recuperando de uma cirurgia no tornozelo, e o mundo aguarda que ele possa se recuperar totalmente para a Copa do Mundo, na Rússia.

Florentino Pérez sonha em conseguir o ex-jogador do Barcelona e já está pensando em juntá-lo a Cristiano Ronaldo, no Real Madrid, formando o ataque perfeito.

O ataque dos sonhos do presidente do Real Madrid teria esses dois galácticos, em um vestiário já recheado de estrelas.

Neymar vai pressionar PSG

Neymar não desgosta da ideia. Mesmo que seu objetivo seja ser o número um, o melhor do mundo, ele sente que poderia se beneficiar jogando ao lado de Cristiano Ronaldo [VIDEO], com o internacional português mais perto do centro de ataque e o brasileiro partindo da esquerda. Neymar não acredita que eles sejam incompatíveis, e, a seu favor, tem seu entendimento com Leo Messi. Os dois se levaram às mil maravilhas, e Neymar não duvida que ele pode se entender bem também com Ronaldo

Na verdade, o atacante está forçando ao máximo para o PSG o deixar sair. A última que o craque brasileiro teria aprontado foi pedir um salário que seria de cerca de um milhão de euros por semana, uma verdadeira loucura, que está deixando os parisienses sem saber mais o que fazer.

Neymar está ficando louco com a ideia de jogar no Santiago Bernabéu e ao lado de Cristiano Ronaldo. Ele seria um dos poucos que poderia explicar o que é compartilhar vestiário com Cristiano e Leo Messi. Outros casos como Di María, Higuaín e agora André Gomes e Nelson Semedo também sabem o que isso é, mas não por atuarem nos mesmos times, até porque o convívio de seleção não é comparável com o dia a dia de uma equipe. E isso seria um privilégio ao alcance de poucos para Neymar.

Messi se sente traído

A verdade é que o argentino Leo Messi não gosta nem um pouco da ideia de ver seu amigo Neymar comemorando gols com seu grande rival. Para Leo, seria a coisa mais próxima de uma traição. Mas Neymar parece não se importar muito com isso.

O brasileiro continua falando, com grande regularidade, com Messi e Suárez, seus companheiros de ataque no Barcelona. No entanto, Messi teria pedido, por tudo, para que ele não saísse do Barça. É por isso que ele agora está levando um pouco a mal a possibilidade de Neymar se juntar ao Real Madrid e que, afinal, seu plano poderia ter sido esse desde o início.