O Real Madrid somou mais uma vitória importante no campeonato. Mais que os três pontos, a equipe de Zidane garantiu uma dose extra de confiança para o jogo decisivo da Champions, da próxima semana. O Real ganhou, sem passar por dificuldades, e até viu sua maior estrela redobrando confiança. Ronaldo fez mais dois gols e passou a barreira dos 300 gols na Liga Espanhola. Apenas um jogador havia conseguido isso na história do campeonato espanhol, o tal Leo Messi, do Barcelona.

Publicidade
Publicidade

Os blancos ganharam sem dificuldade, por 3 a 1, diante de um enfraquecido Getafe. No Santiago Bernabéu, ninguém esperaria muitas dificuldades, mas todos sabem como vai a temporada do Real Madrid e tudo é possível. A equipe já somou inúmeros maus resultados e, por isso, o jogo merecia todo o interesse. No entanto, na tarde desse sábado, Real Madrid entrou bem, com Ronaldo bem inspirado, fazendo mais dois gols, após ter descansado no jogo de meio de semana.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

O Real retornou, assim, às vitórias, vencendo e, acima de tudo, convencendo contra o Getafe, no jogo imediatamente antes da rodada da Liga dos Campeões. A equipe de Zidane deixou ainda uma mensagem forte ao Paris Saint Germain, que certamente observou que a equipe espanhola está começando a ganhar um bom ritmo e mais poder físico.

No entanto, nem tudo correu bem na partida e, em Madrid, Zidane continua debaixo de fogo. Aparentemente, as decisões de Zidane não agradam a todos, e Cristiano Ronaldo não escondeu sua frustração com o francês.

Publicidade

Essa nem foi a primeira vez que a liderança do treinador foi contestada, mas dessa vez, a bronca não teria terminado nada bem entre o time.

Cristiano Ronaldo, que fez dois gols, e mais uma boa exibição, mostrou sua raiva após ser trocado por Zidane, com dez minutos restantes. Por essa altura, o Getafe estava jogando com 10 jogadores apenas, e o Real vencia por 3 a 1. Zidane pensou em poupar um pouco sua maior estrela, mas essa substituição não teria agradado a todos, o que nem teria sido o caso do craque português, que, a essa altura, procurava fazer mais um hat-trick, que não conseguiu.

No entanto, o que mais teria enfurecido Ronaldo foi a participação do brasileiro Marcelo, lateral-esquerdo merengue e grande estrela da companhia. O astro português não entendeu porque Zidane não o preservou para o jogo contra o Paris Saint Germain e manteve Marcelo no banco, que ainda não está totalmente recuperado, e que foi utilizado em um jogo que já não tinha muita história.

Na verdade, Cristiano Ronaldo armou confusão por Zidane achar que ele era o único que precisava de rodar na equipe, enquanto outros jogadores como Karim Benzema, Gareth Bale ou Sergio Ramos ficaram os 90 minutos no campo.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo