O Fluminense estreou neste domingo (15), no Campeonato Brasileiro, jogando em Itaquera, fazendo uma boa partida contra o Corinthians, mas acabou vacilando nos instantes finais de cada tempo, o que lhe custou a derrota por 2 a 1 e a quebra de uma sequência positiva em primeiras rodadas de Brasileirão: [VIDEO] nas últimas seis estreias, o Tricolor saiu de campo vitorioso.

Após o duelo, o técnico Abel Braga concedeu entrevista coletiva, quando afirmou que saiu satisfeito com que sua equipe mostrou. “É uma pena. Mas saio otimista. Saio hoje mais otimista do que quando cheguei”, disse Abel, que também elogiou seu grupo. “Queria ver a reação da equipe.

Mostramos que temos um grupo forte”, avaliou.

O treinador lamentou os gols sofridos, afirmando que, no primeiro, seus jogadores não executaram o que foi treinado na véspera e que o segundo saiu de uma jogada que não é comum. “Essa jogada (do primeiro gol sofrido) foi treinada ontem, pela própria estatura dos homens de frente. Não cumprimos o treinado e sofremos o gol”, lamentou. “Sofremos um gol de forma não usual. Aquela bola para o Sheik normalmente é vertical”, comentou.

Abel também falou que após o gol de empate, anotado por Richard, logo no começo da segunda etapa, sua equipe foi melhor em campo, tento duas ou três oportunidades para virar o placar e não conseguiu, enquanto que o alvinegro foi preciso nas oportunidades que criou. “Quando tiveram duas chances não erraram. Nós tivemos algumas e não concretizamos”.

Por fim, Abel disse que o resultado não foi o justo e que se um time tivesse que sair vencedor, seria o dele, que nos segundo tempo teve mais chances de marcar o segundo gol do que sofrer.

Sobre Pedro

Abel também foi questionado sobre a atuação do jovem Pedro. Para o treinador, o garoto vivou uma tarde difícil e hoje as bolas não chegaram da melhor maneira para o atacante, que no segundo tempo acabou substituído por João Carlos na etapa complementar. Mesmo com a atuação não tão boa, o técnico disse que jogador está em um momento bom.

E o Gladiador?

Outro assunto levantado na entrevista coletiva foi com relação a Kléber Gladiador [VIDEO]. O atacante, que estava próximo de fechar com o Tricolor, foi reprovado nos exames médicos e sua vinda agora é uma incógnita. “Não fui informado. Eu não falei com o médico”, se limitou a dizer o treinador do Fluminense.

Como o jogo de volta da Copa Sul-Americana, contra o Real Potosí, acontece apenas no dia 10 de meio, o Fluminense agora terá uma semana toda para trabalhar e se preparar para o segundo jogo no Campeonato Brasileiro, que acontece domingo (22), contra o Cruzeiro, no estádio do Maracanã.