O técnico Diego Aguirre segue mexendo no time do São Paulo. Após duas derrotas consecutivas, que custaram a eliminação no Campeonato Paulista e também deixou o time em situação complicada dentro da Copa do Brasil, o Tricolor estreia nesta quinta-feira (12), na Copa Sul-americana, quando encara o Rosário Central fora de casa. E o treinador uruguaio surpreendeu ao deixar o veterano Diego Souza fora da lista dos jogadores que viajam para a Argentina.

Ainda não existe uma explicação oficial que justifique a ausência do meia na delegação. Especula-se que ele tenha ficado de fora por opção do próprio Aguirre. Vale ressaltar que na Sul-Americana são permitidos apenas 18 jogadores por partida, ou seja, os 11 titulares e mais sete reservas.

Contratado junto ao Sport no começo do ano, Diego chegou ao Morumbi até mesmo com a expectativa de disputar a próxima Copa do Mundo, uma vez que eventualmente vinha sendo convocado pelo técnico Tite, apesar de na última lista para os amistosos contra Rússia e Alemanha, ter ficado de fora.

No entanto, a fase do jogador não tem nada boa no Tricolor, e depois de ter perdido um dos pênaltis na disputa contra o Corinthians, nas semifinais do Campeonato Paulista, quando entrou na partida com bola rolando, o jogador ficou apenas no banco de reservas na derrota por 2 a 1 para o Atlético Paranaense, pela Copa do Brasil.

Como não viajou, o jogador ficou treinando no CT da Barra Funda.

Esboço do time titular

No último treino antes da viagem para a Argentina, realizado no CT da Barra Funda, em São Paulo, o técnico Diego Aguirre deu algumas mostras do time que iniciará o confronto diante do Rosário Central, pela Copa Sul-Americana.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

Aguirre separou 11 jogadores de linha durante o aquecimento para o treino. O grupo foi composto por pelos defensores Éder Militão, Rodrigo Caio, Arboleda, Régis, Reinaldo, além dos meias Petros, Jucilei, Liziero, Nenê e Valdívia, além do atacante Tréllez.

Um desses jogadores, obviamente, terá que deixar o time titular e é aí que pinta a dúvida. Se Aguirre optar por um esquema com três zagueiros, Petros e Valdívia brigarão pela última vaga no time titular.

Porém se escolher jogar com uma linha de quatro jogadores na defesa, o recém-chegado Reginaldo deverá ficar como opção no banco de reservas. Esses dois sistemas de jogo foram alternados durante o confronto da semana passada contra o Atlético Paranaense, pela Copa do Brasil.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo